Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Vai chegar o dia em que a sociedade espera tanto da minha filha como do meu filho.

Este Dia Internacional da Mulher não serve para que as mulheres mostrem ao mundo que são melhores do que os homens. Não é essa a ideia. Homens, não sintam o terreno ameaçado! Há espaço para todos. Isto não é uma competição de géneros mas sim igualdade! De géneros, de direitos e de oportunidades! É por isto que acho que faz sentido este dia. E sim, deve continuar a comemorar-se. Infelizmente, ainda é preciso mudar mentalidades e despertar consciências relativamente ao papel e ao trato da mulher na sociedade. Parece discurso de 1960 mas, a verdade é que continua adequado falar-se no assunto enquanto a violência persistir e a justiça não tiver meios eficazes para a travar. 

 

Homens e Mulheres,

Somos donos das nossas liberdades. Gostamos de as ver respeitadas ainda que muitas vezes não aceites! Temos de ter voz, opinião e espírito combativo para fazer frente a este exigente mundo. Vai chegar o dia em que não vão querer saber se somos homens ou mulheres. É-nos exigido multitasking e ponto finalOs nossos filhos precisam de saber que a vida deles vai ser assim, uma roda viva de aprendizagens e de adaptações, independentemente do género. As meninas de hoje, mulheres de amanhã, não vão conseguir lidar com a censura, expressões como "uma mulher não deve; uma mulher nunca..." não vão sequer ser aceites. Vai chegar o dia em que a mulher não será discriminada por não ter filhos, por não querer casar, por se divorciar ou por trabalhar em áreas maioritariamente (ditas) masculinas, como me propôs a pensar a Habitissimo. Vai chegar o dia em que a sociedade espera tanto da minha filha como do meu filho. Vai chegar o dia em que serão remunerados de forma justa e igualitária e não em função do género. Vai chegar o dia em que as mentes mais retrógradas (de mulheres e de homens), carregadas de verdades obsoletas, vão deixar de ter lugar na sociedade porque já ninguém as quer ouvir. 

 

Até esse dia chegar, devemos ser intolerantes a todas elas para, efetivamente, perderem força e obrigá-las a voltarem para onde nunca deviam ter saído!

IMG_3812.jpg

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia)

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D