Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Uma Macaca na Cidade (41)

CIDADANIA ATIVA

 

“E de forma pró-ativa, que isto de se ser cidadão também não é só por cruzinhas nu papel”…

 

É precisamente a última frase da minha última crónica que serve de ponto de partida para a reflexão de hoje.

 

Nunca como hoje tenho sentido tão premente a necessidade de ser uma cidadã ativa e envolvida na comunidade, cidade, região, país, mundo em que me insiro. Terá certamente que ver com a idade e a forma como este fator nos faz perspetivar as coisas à nossa volta. E, prender-se-á obrigatoriamente com a minha condição de mãe, que me faz querer lutar por um mundo melhor para deixar aos meus filhos (e netos!).

 

Mas sinto-o, também, de uma forma muito pessoal. Como algo que gostaria de desenvolver e integrar neste meu percurso (quiçá, até de uma ponto de vista profissional).

 

Recentemente, um amigo disse-me: “Davas uma excelente política!”. Eu ri-me… Mas, e se essa fosse a forma de estar ao serviço dos outros (definição original de Política, hoje completamente desvirtuada!) e estar envolvida na construção de uma sociedade baseada em valores que me representam? Porque não…? Isto de um ponto de vista teórico e perfeitamente ingénuo, obviamente! Sem equacionar, claro, os jogos de interesse, a corrupção, o lado obscuro do poder...

 

De um ponto de vista prático, pouco tenho feito, essa é que é a verdade… Ainda não passei do plano da vontade ao plano da ação… E é por isso que vos escrevo, meus queridos. Façamos um brainstorming juntos e tentemos perceber formas ativas de sermos +Cidadãos! Seja na cidade ou na aldeia… E conscientes de que o pouco é sempre melhor do que o nada. Bora lá?

 

Sabem quem também veio dar uma ajudinha/incentivo?

 

  

O meu querido Obama 😁

(Dava o meu dedo mindinho para trabalhar com este homem)

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

 

1 comentário

Comentar post