Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Boas Férias 😍

Durante este querido mês de Agosto, vou estar mais assídua aqui no instagram, pelo que façam o favor de por lá ir passando! Este computador vai estar em repouso durante uns dias, já a minha cabeça nem por isso, que isto de ter duas crianças é sinónimo de alerta constante, principalmente na praia. 

 

Por estes dias o pai junta-se a nós e, para eles, os mergulhos a quatro têm mesmo outro sabor, independentemente do sítio que escolhermos para o fazer. Assim sendo, vamos ter quatro cabeças a pensar em programas e atividades que a todos satisfaçam. Missão quase impossível mas enfim, cá vamos, ano após ano, aperfeiçoando a técnica de agradar um bocadinho a todos! Há sempre um (normalmente o mais novo) contrariado e a achar que conspiramos contra ele, contra as férias dele!! Nada que um jogo de raquetes ou uma bola de berlim não resolva. Para tudo isto, nós, os pais, precisamos de estar ágeis em vez de nos atirarmos para a sombra, a fingirmo-nos de mortos, enquanto dormimos uma merecida sesta na praia!

 

Pois ... não dá, não dá! 😍😍

DSC03594.jpg

 

Desejo uma ótimas férias a todos os que por aqui me seguem. 😍

Aproveitem para descansar, carregar baterias, ler, namorar e ... isso mesmo! 😘

 

    Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Contra o sofá, marchar marchar!

Seja porque estão a ver televisão ou a jogar playstation, é trabalhoso arrancar os miúdos do sofá! De férias então, dou por mim a negociar para que haja uma utilização equilibrada e aceitável de todo o tipo de écrans! Pelo que tenho lido, os meus filhos não são exceção. Parece que há por aí pequenas criaturas capazes de jogar ps várias horas seguidas se tiverem carta branca para tal!

 

Acontece que Setembro vem longe. Desperdiçar tempo de férias agarrados a consolas de jogos não é, de todo, sistema que me agrade! De maneira que obrigo-os a fazer outras coisas também elas bem interessantes (acompanhem-nos no Instagram). Em tantos dias de férias passados em casa (não quiseram inscrever-se em colónia), vai ser possível fazerem uma série de coisas giras na dose certa, dando igual oportunidade a várias atividades para que as férias sejam um misto de descobertas. 

 

Neste momento em que aqui estou a escrever este texto, o mais novo veio dizer-me que elaboraram uma "agenda" onde estão calendarizadas as atividades para estas férias. Podem até a meio deste mês já não cumprirem nada daquilo a que se propuseram mas conta a intenção de quererem diversificar e de estarem dispostos a puxar pelas cabecinhas!!!! Viver numa aldeia tem também isto de desafiante, como não abre um parque, um museu ou uma geladaria nova a cada meia hora, temos mesmo de ser criativos, utilizar os recursos disponíveis e fazer deles os mais "fixes" de sempre! 

 

Porém, nem tudo são rosas! Os gostos deles vão-se distanciando cada vez mais e fica complicado chegarem a acordo em determinadas situações. Tudo se faz com mais ou menos intervenção minha, com mais ou menos paciência de todas as partes para que se consiga chegar ao fim deste mês de julho com alguma sanidade mental! 

photo-1527632392562-5ad5f7e698fe.jpeg(Créditos: Unsplash)

 

Venham dias de sol para que a praia faça parte dos planos!!! 😀

  

E por aí? Como vai ser o Julho dos vossos pequenos?

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Mais que um simples golo ❤️

Marcar um golo era um dos maiores sonhos da vida dele. E conseguiu. Festejou com quem sempre acreditou nele, com a pessoa que o puxou/arrastou para o mundo do futebol, o mister Hélder. Foi um momento único! Não só por ter tomado consciência de que afinal é capaz de ajudar a equipa a conseguir resultados positivos, mas também porque a auto-estima dele precisava de ser reforçada por esta via. Já para não falar dos níveis de confiança que nesse dia, acredito, atingiram resultados históricos, difíceis de caber num ser tão pequeno!!!  

IMG_3923.jpg

 

 

Fábrica de Slime abriu na aldeia 💁‍♀️

Quem tem filhos pequenos certamente sabe o que é slime. Eu não conhecia até há bem pouco tempo em que os miúdos desataram a pedinchar esta espécie de plasticina viscosa, ou gelatina pouco solidificada, que serve basicamente para eles passarem de uma mão para a outra, para estenderem como massa de pizza, para cair no chão e encher-se de lixo, ou, e agora entra o supra sumo das funcionalidades, fazer som de ... pum! E tudo o que meta pum é para lá de divertido. Portanto, quem desconhecia slime ficou agora a par do brinquedo pegajoso sensação do momento! (Pessoas da minha idade: isto é semelhante ao pega-monstro mas com um nome inglês que, como todos sabemos, soa sempre melhor. O nome "pega-monstro" é agressivo, é muito anos noventa!)🤦‍♀️

 

Voltando a 2018. Se até aqui era vê-los a contar os trocos do porquinho para comprar slime, eis que uma amiga do meu filho ofereceu-lhe a Fábrica de Slime, da Science4You, que isto se é para ter slime não é para dar dinheiro aos chineses, é para produzir, em grande escala. Aqui está uma visão empreendedora da coisa 😁! 

 

Sucede que eles adoram fazer estas experiências pastosas! É, inquestionavelmente, uma das grandes maravilhas deste ano! É assim comparável aos dias mais felizes da vida, dizia ela. Já ele queria fazer o maior slime DE SEMPRE ao mesmo tempo que alertava para os perigos dos produtos "toxicodependentes"! 😂😂 Medo. Tenho muito medo!! 😁 

 

E por aí, mães e pais, também já esbarraram no slime? 

IMG_3012.JPG

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

 

Ir é mesmo o melhor remédio

Talvez por viver na zona de Sintra, e tendo em conta a desgraça das temperaturas a que me habituei, parece que a história das quatro estações do ano tem vindo a perder nexo, tal é o frio e o vento constantes! Hoje até veio a chuva só para provar que não sou eu que mando nisto tudo! Porém, uma pessoa não pode desesperar só porque ainda não conseguiu passar do bronze à camionista (sim, sofro disso!) ao tom minimamente saudável. Então, o que é que uma pessoa faz, apoiando-se na máxima "isto hoje ainda vai abrir"? 

 

A pessoa vai à praia, embora o céu para os lados da praia lhe dissesse não, não é boa ideia. E assim foi. Embora estivesse um dia de janeiro, no sábado, saímos os quatro de casa. Passámos por Mafra e chovia, timidamente mas chovia. Apetecia-me um cacau quente e um fradinho, ou dois, ou três, e não praia! Mas nem parámos, a ideia era ir até à Ericeira, onde prevíamos que estivesse uma pequena tempestade tal estava a cor do céu! Chegámos à Ericeira et voilá ... um verdadeiro dia de junho, ameno, agradável, solarengo e sem vento. Afinal "abriu" ... e nós não íamos preparados para tão bom tempo. As expectativas estavam tão rasas que no carro só levavamos casacos e gorros! De nada serviram. Estava calor. Descemos até à praia dos coxos, em Ribamar, uma agradável surpresa para todos! Estava vazia, pois claro, ninguém podia prever que estivesse tão agradável. Passámos ali um belo par de horas a ouvir o mar e os miúdos a matar saudades da areia nos pés, com uma praia só para nós, sensação quase impossível no verão! 

 

E foi bom. E fez o fim-de-semana parecer maior! Só por isso já valeu a pena o passeio! 

IMG_2982.jpg

 

Festa do Francisco (pouco molhada 🙏🏻)

O meu querido filho fez 9 anos. O meu gatinho, o meu moreno, o meu grande fofusco (quando não estamos profundamente zangados um com o outro!). Prefere, de longe, o 25 de Maio ao Natal porque, neste dia, não há a velha desculpa de "é só uma lembrança". Os presentes, os telefonemas, as mensagens e os beijinhos repenicados são só para ele! E isso é tão bom ... 😁

IMG_2835-1_Fotor1.jpg

Este ano pediu para festejar o aniversário cá em casa. Quis trazer os amigos da escola e do futebol, conviver com eles num sítio onde se sente verdadeiramente seguro e confiante. E assim foi feita a sua vontade. Convocou os colegas para um almoço no sábado. Encomendei pizzas para todos. A cada menino que chegava, os olhos dele eram um contentamento desmedido. Afinal não é todos os dias que se tem a casa cheia de colegas e uma mãe a dar tolerância máxima. 

 

Brincaram muito no jardim. Correram e jogaram ainda mais. Suaram o dobro. Como já era de esperar de um grupo de rapazes! Gabaram-lhe a mãe, que deixou almoçar pizzas e refrigerantes, ele encolheu os ombros como quem diz "nem tudo é o que parece", mas só eu é que percebi! O que eu temia aconteceu ... caíram uns pingos de chuva, ainda que inofensivos, insuficientes para lhe estragar a festa! Acho que as crianças nem se aperceberam do chão molhado. Eu é que previa o dilúvio a cada nuvem negra que encobria o sol! 💁‍♀️ 

 

Agora que já tenho tudo mais ou menos no sítio, só preciso de descobrir de quem são os casacos que ficaram cá em casa e preparar-me para, daqui a um mês, encontrar um copo de plástico abandonado à sua sorte atrás de um arbusto ou num dos quartos. 🤦‍♀️

 

Obrigada aos que me ajudaram com toda a logística. Espero que vos console saber que o Francisco passou a ter-vos em muito boa conta. 😁❤️❤️

 

Obrigada a todos pelas mensagens de parabéns deixadas no meu facebook. Ele leu-as todas, com calma, comigo, no sofá 😘 e gostou, muito! 

 

  

  Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Fluviário de Mora

Até aqui tem resultado muitíssimo bem (leia-se: estão entretidos e não guerreiam um com o outro) mostrar à criançada todo o tipo de peixes. Houve inclusive uma altura em que eu achava que se o programa metia peixes eles estavam in, caso contrário metiam-se out! De maneira que, ao longo destes últimos dez anos de parentalidade, já varremos, mais do que uma vez, o oceanário e o aquário aqui em Lisboa e todo o leque de parques aquáticos algarvios que envolvem espetáculos de golfinhos, focas e leões marinhos. Faz parte😁

 

Acontece que no verão passado estivemos em Mora, no Alentejo, para fazer canoagem em família e, já que ali estávamos, não quisemos deixar de conhecer o Fluviário de Mora porque lá está ... tinha peixes, condição que à partida agradava aos mais pequenos. 

IMG_1846.jpg

 

 

 

O que fazemos aos fins-de-semana na aldeia?

Agora que os dias estão mais longos, tudo o que é material de exterior salta da garagem para a rua e fica a uso intensivo durante uns meses! Patins, bicicletas, trotinetas, bolas, cadeiras e tudo o que for possível vai para o jardim. É para usar enquanto está bom tempo, enquanto serve e, importantíssimo, enquanto eles têm disposição para passar tempo connosco!! Que qualquer dia estão os dois adolescentes e, estou certa de que vai ser um castigo para largarem os quartos! 

 

De maneira que por aqui vive-se desta forma, usa-se o exterior, faz-se caminhadas em família, respira-se ar puro. Evita-se filas de trânsito, centros comerciais e sítios apinhados de gente! Agora, a verdade é que é preciso inventar o que fazer, puxar pela imaginação para podermos usufruir uns dos outros, dos fins-de-semana e desta vida no campo em pleno e sem stress! 

IMG_0019.jpg

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Mãe na bola.😁 Bola na Mãe.😁

Para assinalar o dia de domingo, uma mãe aqui da aldeia lembrou-se de sugerir que organizássemos um jogo de futebol contra a equipa dos nossos filhos. E que bela sugestão! A ideia ganhou mães adeptas e, conforme combinado, apresentámo-nos em campo no Dia da Mãe, equipadas a rigor, capazes de dar um verdadeiro show de bola! ⚽️😍

f9cb04e7-f04e-41ef-95a7-d9ce56728434.JPG 

Mas a criançada deu luta. Ó se deu! Tenho para mim que correram mais do que em qualquer outro jogo só para provarem que são efetivamente melhor que nós! Ora, nós somos mães deles, sabemos dos seus elevados níveis de espetacularidade. Era pois de evitar fazerem-nos correr tanto debaixo daquela temperatura 🌞🌞!! E por falar em calor, temi o pior ... em alguns momentos a minha vontade era atirar-me para o chão e fingir-me adormecida tal era o cansaço físico!

 

Perdemos. Como de resto já esperávamos 😄. Mas saímos de consciência tranquila porque fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para ganhar, e quando digo tudo é mesmo tudo, como: subornar o árbitro, simular faltas, agarrar na bola, como no râguebi, e fugir em direção à baliza adversária, pedir a ajuda do público, repetir penáltis até marcarmos ...  e, ainda assim, depois de todas estas trapalhadas, não conseguimos ganhar aos miúdos 😩!!!! Mãe sofre! 😩

 

A nossa vitória foi vê-los tão felizes! ❤️

 

Obrigada a todos os que permitiram que este convívio fosse possível.

Obrigada mães, filhos, treinadores e árbitro! 

 

Foi giro a valer !  😍

Collage_Fotor1.jpg

(hoje estou em recuperação, ou seja, não me mexo sem largar um "Ái as minhas pernas😩")! 

 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

 

Dilemas de uma Mãe

Há momentos em que me sinto terrivelmente confusa no papel de mãe, a precisar de alterar as regras em pleno jogo, o que nem sempre é bem aceite pelos meus filhos. O que funciona na perfeição com ela, por norma, não funciona com ele. O fim pode até ser o mesmo mas o caminho tem de ser obrigatoriamente diferente, quase que negociado! Umas vezes deixo-me ir na "boa onda" e apetece-me ser uma mãe cool, branda, amiga deles. Outras vezes, sinto que estou a ser demasiado exigente, que só mando tomar banho, cortar unhas, comer e estudar. Num minuto estamos os três a rir de disparates. No minuto seguinte, ele chateou-se com ela, ela amuou com ele e eu ralhei com os dois! Eles olham para mim e acham "esta hoje passou-se!". Só acham, não chegam a dizer quando o caso é bicudo! Num só dia, e para perceberem como esta grandiosa tarefa de ser mãe é confusa, posso sentir que estou a sair-me maravilhosamente bem neste papel de cuidadora e na hora seguinte tudo muda e eu não passo de uma fraude a quem roubaram a paciência! Esquizofrenia total! Quando vejo que estou a acertar na fórmula "quase mágica" capaz de gerir estes feitios todos muito especiais, eles crescem mais um bocadinho e eu sinto que voltei à estaca zero! 

 

Posto isto, queridas mães imperfeitas podem juntar-se a mim nesta tarefa maior, arrebatadora e, simultaneamente confusa, que é SER MÃE!  

 

Desejo-vos um maravilhoso Dia da Mãe ❤️

mothers-day.gif

  Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D