Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Entrevista a Daúto Faquirá

Arranca hoje o Campeonato Mundial de Futebol na Rússia. Portugal estreia-se amanhã frente à seleção espanhola que, apesar das mais recentes alterações no comando técnico, não irá facilitar-nos a vida. Portugal tem "armas e está motivado" disse Daúto Faquirá, numa agradável conversa sobre o que podemos esperar da equipa portuguesa nesta competição.  

IMG_3049.jpgDaúto Faquirá, comentador desportivo. 

 

 

 

Exercício físico em grupo faz-me bem

Apetecia-me retirar mais prazer do exercício físico. Juro que gostava mesmo de ter um terço da força de vontade das miúdas todas fits que, na vida real e não só no Instagram, treinam diariamente! Também eu queria ser assim, uma mana Patrocínio que às 7 da manhã está no ginásio a dar tudo, em família, e não há cá desculpas de não ter onde deixar a criançada. Também eu queria saber enfardar suplementos alimentares da Prozis e dar-vos o meu código de desconto! Também eu queria abdominais definidos, um corpo bem sarado, a mente sã ... na verdade eu queria tudo mas há um muro de cimento quase intransponível chamado preguiça e portanto isto só lá vai, com uma mudança radical de mentalidade relativamente à prática desportiva! Ando portanto a ganhar inspiração e coragem, só faltam dias de sol!😩😩 Ou não!!!

 

Mas, eu já sabia, e agora confirmei, não estou sozinha neste imbróglio de ser pouco dada ao exercício físico. As colegas aqui da aldeia também não se mexem há, tipo, vinte anos!!!!!!!! Coisa pouca, então vejam só, a Expo 98 parece que foi ontem, não é verdade? Há uns dias reunimos e chegámos a uma brilhante conclusão: a gente tem de se mexer! É que os trinta e muitos já pesam consideravelmente nas pernas de todas! 

pexels-photo-258395.jpegCréditos: Pexels 

 

O caminho é este, andamos a mexer-nos que isto em grupo custa muito menos. Corremos, fazemos uns exercícios sob as ordens da filha de uma amiga, falamos, corremos mais um bocadito, voltamos a conversar e tentamos jogar à bola. No fundo e o que interessa é que lá nos vamos mexendo e no fim, sabem, no fim sentimo-nos lindamente apesar do cansaço! Claro que há câimbras, contraturas e ruturas de ligamentos, que isto é material muito enferrujado, se não houvesse é que era de admirar, mas depois também há um fisioterapeuta e toda uma vasta gama de Voltaren à venda nas farmácias aqui na zona! Estamos seguras, portanto!! 😂😂

 

E por aí, há preguiça? Que truques usam para a fintar? Também optam por fazer exercício físico em grupo ou preferem e conseguem motivação para fazerem sozinhos? 😍

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Mais que um simples golo ❤️

Marcar um golo era um dos maiores sonhos da vida dele. E conseguiu. Festejou com quem sempre acreditou nele, com a pessoa que o puxou/arrastou para o mundo do futebol, o mister Hélder. Foi um momento único! Não só por ter tomado consciência de que afinal é capaz de ajudar a equipa a conseguir resultados positivos, mas também porque a auto-estima dele precisava de ser reforçada por esta via. Já para não falar dos níveis de confiança que nesse dia, acredito, atingiram resultados históricos, difíceis de caber num ser tão pequeno!!!  

IMG_3923.jpg

 

 

Será o fim do futebol bonito para famílias?

Antes de ser benfiquista e simpatizante do Sporting por afinidade, sou portuguesa. E ter visto ontem passar em revista de imprensa, as diferentes coberturas internacionais, à cerca de um clube do meu país, pelas conhecidas razões, senti vergonha, desprezo, nojo por quem praticou e organizou aqueles atos! Todos sabemos que o nosso futebol está mergulhado numa profunda crise de valores. E quanto mais levantam o tapete ... é o que se tem visto, lido e ouvido! E de quem é a culpa? A meu ver, dos seus intervenientes. Defendo esta tese há muito tempo! E neste saco "intervenientes" cabem todos aqueles que, de uma forma ou de outra, direta ou indiretamente, se relacionam com o desporto rei e o tornam miserável, pouco digno e cada vez menos convidativo a famílias como a minha que mais não quer do que usufruir de momentos agradáveis que o futebol lhe possa proporcionar!

photo-1507104530636-1552f2a4127a.jpeg

(Créditos: Unplash)

 

Dirigentes desportivos, jogadores, equipas técnicas, adeptos, comentadores desportivos, comunicação social, claques ... todos estes (e mais alguns) que incitam violência e promovem debates ofensivos e insultuosos, basicamente, gente sem "tento na língua" como se diz aqui na minha aldeia, andam há anos a minar o tão bonito e por mim defendido, futebol espetáculo, que dá gosto ver em família, elogiar e criticar civilizadamente! 

 

Quanto ao Sporting, parece-me que muita água irá correr debaixo da ponte até que os seus intervenientes percebam que chegaram ao fim da linha, que não há mais espaço para presidências atribuladas e protagonismos arcaicos. Que há, definitivamente, peças que já não fazem sentido encaixar no puzzle futuro do Sporting! E quando mais depressa perceberem a realidade mais depressa o clube volta à normalidade de onde nunca deveria ter saído. 

 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

"Que tiro foi esse que tá um arraso?"

Não simpatizava com o Sporting nem um bocadinho. Porém, e para me fazer engolir tudo o que sempre disse sobre o clube de Alvalade, o meu filho é sportinguista. Já tentei convence-lo a gostar de quem ganha, porque perder é, efetivamente, mau mas o rapaz é teimoso e por ali irá ficar, creio eu. De maneira que, e coração de mãe é assim mesmo, torço muitas vezes para que o Sporting ganhe com a mesma intensidade com que torço pelo Benfica ou pela equipa aqui da aldeia. 

 

Esta pequena introdução para dizer que, o que vou escrever de seguida, nada tem que ver com rivalidades clubísticas, tem que ver sim, com pessoas, no que elas julgam ser e fazer em nome do que presidem. Refiro-me à figura do dia - Bruno de Carvalho. 

 

Ora este senhor tem conseguido surpreender tudo e todos a cada dia que passa à frente da presidência do Sporting Clube de Portugal. O problema é que esse efeito "surpresa" em nada abona a seu favor. O que se tem visto da parte desta personagem, que tem tudo para ser cómica, são potentes tiros nos próprios pés, uns atrás dos outros, cada um mais intolerável que o outro, levando por arrasto toda a estrutura que envolve o Sporting. Neste momento, e foi a última frase que li sobre o assunto antes de me sentar aqui a escrever, anunciou o abandono do facebook. Quando é que eu já li isto? Cada intervenção que faz, seja ela no facebook, na Assembleia da República ou em conferências de imprensa, só o torna mais fraco enquanto líder porque, a meu ver, o senhor descompensou de vez. Fritou. Avariou da caixa. E ninguém está livre 😂!! 

 

O problema do Bruno de Carvalho não é o facebook. O grande problema é ele e aquele excesso de confiança que o acompanha publicamente. Enquanto não resolver esse problemazinho não me parece que deva presidir o que quer que seja, muito menos um clube com a grandeza do Sporting. Confesso que não consigo entender como é que UMA só pessoa consegue, num curto espaço de tempo, estar em tantas frentes ao mesmo tempo e, não haver UMA alminha, uma só, que o impeça de continuar por esses caminhos pantanosos! Ninguém consegue puxar o braço a tempo do homem se mandar do precipício? Ninguém? Nem um Jorge Jesus? Nem um cirurgião? Não há ninguém que o homem oiça? 

 

É assim, caros colegas sportinguistas, nem sempre estamos assim tão bem relacionados! Há que admiti-lo, sei que custa, sei que isto é tão vergonhoso como uma má exibição dos jogadores 😪 agora é tentar esquecer esta sucessão de episódios ridículos que em nada dignificam o vosso futebol e seguir em frente. 

 

Espero honestamente que numa próxima Assembleia Geral, a massa associativa tenha força para mandar o senhor para casa tratar daquela dor ciática que, diz quem teve, é ruim à brava!

 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

 

Futebol contaminado

Desvio a atenção dos meus filhos das mais recentes notícias sobre "desporto". Aqui a palavra desporto entre aspas porque, definitivamente, não são esses os valores desportivos que considero adequados e bonitos de passar aos meus. E nem tão pouco é este desporto que gosto de ver e apreciar. Refiro-me obviamente às declarações de Bruno de Carvalho dirigidas aos jornalistas na última Assembleia Geral do Sporting e aos incidentes de ontem em Guimarães que resultaram em deprimentes e condenáveis cenas de agressões.  

 

Há algum tempo que insisto no facto do panorama futebolístico estar altamente contaminado por valores e ideais que em nada dignificam o futebol português. Há nuvens pesadas que escurecem os clubes e, pelo que vou assistindo, não há meio de se dissiparem. Esta escuridão, que se acentua ano após ano, está a fazer desaparecer o futebol espetáculo dando lugar a casos de polícia e de justiça, a troca de insultos e ofensas em debates desportivos, a agressões entre adeptos, a comunicados incendiários vindos precisamente de dirigentes desportivos. São horas e horas de tempo de antena nos meios de comunicação social dedicado a este futebol mesquinho e vulgar, carregado de pessoas reles que não deveriam, em tempo algum, ter um microfone por perto! E aqui deixo a minha crítica às televisões que permitem a presença de muitos arruaceiros no lugar de comentadores desportivos e esse nem sempre é o melhor caminho, como de resto se tem visto! (Mais Ribeiros Cristóvãos por favor!!!)

woman-638384_960_720.jpg

Tenho pena que assim tenha ficado este mundo do futebol. Mundo esse onde o meu filho mais novo entrou recentemente e onde eu gostava que servisse, não só mas também, para reforçar valores como o respeito pelo adversário. Aquele principio básico em qualquer desporto, e aqui sem aspas! 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

O dia em que arriscámos fazer canoagem

Se alguém ousasse dizer-me "um dia vais fazer desportos radicais nas férias!", eu, inevitavelmente, troçava com o autor do comentário! Algum dia, pensava em dedicar o meu precioso tempo de férias a experiências destinadas a pessoas que, no meu entender, não sabem estar quietas a apanhar banhos de sol na praia? Era preciso estar a ficar maluca para alinhar em tais desvarios. Eu, desporto e férias! Haverá conjugação mais improvável?

 

Pois é, pois é, tudo indica que enlouqueci ... esta rapariga que hoje vos escreve dedicou um dia das suas férias a fazer canoagem em família! Está zero arrependida e já pensa em repetir a experiência. É caso para dizer - as voltas que a vida dá! 

 

Foi neste sítio paradisíaco Azenhas da Seda - Aquaturismo no Alentejo que encontrámos as paisagens que podem ver nas fotos. Como é bonito o nosso país! Reconheço que estava bastante apreensiva relativamente ao local pois isto de reservar online tem os seus riscos. E, à medida que percorríamos quilómetros pelas estradas alentejanas, menos convencida eu estava de que iríamos encontrar água suficiente para a dita canoagem. A verdade é que encontrámos e foi um momento único em que nós os quatro fizemos silêncio, para não contrastar com a paz do sítio, e dissemos em uníssono UAU!  

IMG_1905.jpg

 

 

Escola de Futebol em Negrais

Fiquem atentos e passem por cá amanhã para saberem um pouco mais sobre a nova Escola de Futebol Marco Caneira em Negrais.

 

Hoje estive à conversa com o Rui Covas Simões, presidente da Sociedade Recreativa e Desportiva de Negrais, para poder contar-vos como está a correr a colocação do relvado sintético e as obras de requalificação no campo de futebol aqui da aldeia.  

18814933_1438377266208710_5154032226096900221_o.jp

 

Amanhã há novidades ...

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Who Run the Word? Girls!

Ai, só de falar no assunto "corridas" já me voltam as dores nas pernas e vá, no corpo todo! 

 

Não têm sido dias fáceis ao nível dos movimentos! Tudo porque fui na cantiga das colegas runners cá do burgo e deu nisto ... não sei quantos dias, literalmente, aos ais!!!! 

runners-clinic-body-image.jpg

Pareceu-me uma MARATONA mas afinal foi só uma corridinha de três ou quatro quilómetros! Coisa pouca mas o suficiente para julgar que ía falecer antes das férias do verão! Comecei a ver estrelinhas e tudo! Que por norma significa STOP. Parei de correr. Continuei num passo acelerado (que é quase a mesma coisa que correr, não?) e fui ao encontro das runners que, safadinhas, têm muito mais resistência física do que eu! Devo admitir que sou um zero à esquerda a correr. Não tenho jeitinho nenhum. Passou-me pela cabeça inúmeras vezes que ía tropeçar e esborrachar-me no alcatrão! Sou assustadoramente descoordenada e em dois minutos fico com a chamada "dor de burro". 

 

Não sei bem se o que fiz foi correr. Certamente que foi algo da família das corridas! Os experts nesta matéria se me vissem naqueles propósitos teriam muito que troçar! Ora pela forma como respirava, como colocava os braços, a passada etc Tudo devia estar desconforme! Mas enfim, conta a intenção. Não tenho a certeza do que estou a escrever mas talvez só a falta de companhia e o inverno me façam parar ... 

 

Com isto não quero dizer que retirei uma imensa satisfação e prazer da corrida. Que me faz sentir muito melhor e hoje quero muito voltar a ir ... Não. Que fique claro, vou em esforço, como de resto irei para qualquer desporto mas, neste momento, e principalmente nesta idade, preciso urgentemente de contrariar esta política anti-atividade física! 

 

Preciso de força! Muita força! 🏃🏽‍♀️🏃🏽‍♀️🏃🏽‍♀️🏃🏽‍♀️

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

 

Pesadelo no Futebol

O que se está a viver hoje em dia em torno do futebol português é um autêntico pesadelo. Muito longe de se poderem considerar adeptos, os grupos terroristas que vemos nas notícias (pertencentes a claques organizadas ou não) espalham nas imediações dos estádios de futebol um cenário totalmente distorcido do que é um espetáculo desportivo. Um dos exemplos mais recentes aconteceu no passado sábado no grande derby da capital, Sporting-Benfica. 

 

Simpatizo com o Benfica desde sempre, nada fanática, e vivo com três sportinguistas! Até hoje nunca senti necessidade de apedrejar nenhum deles só porque são de um clube rival! Portanto, acho mesmo que a convivência entre clubes PODE e DEVE ser pacífica! 

 

Pois nada disso se tem visto no nosso querido futebol. Assistimos precisamente ao contrário de uma harmoniosa coexistência entre clubes rivais. Atropelamentos, agressões físicas, intervenção policial que culmina em detenções, arremesso de objetos e maus tratos às equipas de reportagens televisivas estão a tornar-se habituais em dias de clássicos! Alguém tem mesmo de intervir para que uma família, dita normal, consiga ir a um estádio de futebol sem temer agressões por parte de grupos vândalos, que não sabem agir de forma pacifica e ordeira perante o eterno rival! Creio que este tipo de pessoas (adeptos/claques) saem de casa, dirigem-se a um estádio de futebol para tudo, mesmo para tudo, menos para torcer pelo seu clube do coração ou para usufruir de um bom espetáculo de futebol. Estas "pessoas" deveriam ser severamente punidas senão mesmo proibidas de voltar a entrar num recinto desportivo! 

 

Mas, infelizmente, não é só nas imediações dos estádios de futebol que as rixas se fazem sentir. Todos sabemos que, do outro lado da barricada, ou seja, do lado dos dirigentes desportivos, não nos chegam grandes exemplos de fairplay! Seja através das conferências de impressa ou das redes sociais, a troca de acusações e de ofensas entre presidentes, treinadores e diretores de comunicação são por demais evidentes, totalmente desnecessárias e um péssimo exemplo do tal fairplay. Quem é que ainda consegue acompanhar a troca de galhardetes entre Bruno de Carvalho e Luís Filipe Vieira? Ou entre Jorge Jesus e Rui Vitória? 

Lamentável! 

 

Por fim, e a somar a todas estas relações já bastante desgastadas, temos a imprensa desportiva. Também ela a deixar-se contaminar por combates deprimentes em que, por vezes, até mesmo para o jornalista é difícil desempenhar o papel de moderador! Um Pedro Guerra, um José de Pina, um Rodolfo Reis e taaaannnnntos outros comentadores desportivos que esgrimam opiniões/visões de uma forma muito acesa nos canais nacionais são o exemplo de que, as televisões, estão a permitir o debate além da conta. Leia-se por "além da conta" agressões verbais gravíssimas!

Lamentável!

 

Quem gosta de debates/análises de futebol, é certo que tem muito por onde escolher, desde o formato mais "descontraído", como o Mais Futebol, ao mais "pacificador" Tempo Extra, mas quantidade não significa qualidade! 

 

Por tudo isto, e mais alguma coisa, o que se está a viver neste momento não é futebol, não são claques, não é benfica nem sporting! É sim o total desrespeito por tudo e por todos! Lamentável! 

 

E assim se consegue distorcer a imagem do futebol espetáculo! 

Lamentável, só para terminar!

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D