Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Ouvir a rádio errada!

Que uma pessoa (eu) não caminha para nova, já se sabe, não é preciso mais nada para além de um espelho em casa para se ter a real noção. É o chamado "ver para crer". Mas também não é preciso os animadores da Mega atirarem esse facto incontornável à cara de uma pessoa! Ora vejam só algumas frases que por lá passam:

"tens de recuperar aquela nega?"

"são cinco da tarde e só agora conseguiste acordar?"

"levaste tampa do amigo?"

"o namorado pediu um tempo?"

"só mães e avós é que usam o face!" 

"então, para este sábado à noite já tens planos?"

"e ontem, sexta, foi curtir bué até ser dia?"

Admito que não sou, de todo, o público-alvo! É com muita dor que chego a esta conclusão. 😢! Reparem: possivelmente não durmo até às cinco da tarde há uma década; não estudo, logo não tenho negativas para recuperar; basicamente já não há grandes noitadas todos os sábados à noite na discoteca x ou y (escrevi x ou y porque não faço ideia o que é que está a "bombar" na noite em Lisboa) e uso o face que, ao que dizem, já só é utilizado por mães e avós 😡! 

 

Meus queridos animadores da Mega:

Agradeço-vos o belíssimo trabalho que fazem, os meus filhos são vossos mega-fãs. Vocês são "impecs, bué fixes, tipo curtidos, altamente animados e ainda tratam as redes sociais por diminutivos" mas, sempre que eu andar sozinha de carro, vou trocar-vos por uma rádio da concorrência que, no mínimo, me trate por "você"!!! 

2 comentários

Comentar post