Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Dos 18 aos 36 foi um pulinho 😄

Lembro-me de andar toda histérica por ir fazer dezoito anos. Convicta de que iria passar a ter total liberdade para fazer tudo o que me apetecesse, sem ter de dar satisfações a ninguém. Achava eu que me iria escapar o trinco e fazer imensos disparates, mais ou menos um por dia, para estragar a média dos anos anteriores. Só que não! Nada disso veio a acontecer com a chegada dos dezoito anos! Os dezoito foram bons, trouxeram efetivamente novidades à minha vida, mas não foram assim essa loucura toda! Talvez porque como sempre tive imensa liberdade, nunca senti necessidade de extravasar, de exceder limites nem de desbravar terrenos sombrios. Era uma miúda da aldeia, num entra e sai de casa constante para ir ter com as amigas. As pequenas cabeças aluadas não faziam grandes asneiras. Pensavam em palermices mas faltava-lhes o arrojo! Eram, de facto, melhores tempos, menos perigosos e mais saudáveis!

 

Por estes dias fiz 36 anos! Pois, passou depressa. Mesmo. Aliás, depressa demais! Não é que eu não goste de fazer anos (a partir de agora só gosto de presentes) mas a sensação de que a vidinha está a passar muito depressa é cada vez maior. Dizia-me um familiar que parece que quantos mais anos temos, mais depressa passam! Tenho exatamente a mesma sensação. Aos dezoito anos tinha uma energia inesgotável. Nem tinha tempo para pensar a longo prazo. Vivia na urgência de fazer tudo ao mesmo tempo. E conseguia. Aproveitar o dia, estudar, estar com amigos, namorar, sair à noite, tudo isto sem ressacas dolorosas! 

 

Aos 36 já não é bem assim. Os sábados à noite estão muito longe da loucura das noitadas. É-me difícil trocar as mantas e o sofá por uma saída a uma disco (ainda se diz disco?). Bebo muito mais chás que bebidas com álcool porque as ressacas estavam a estender-se no tempo com uma crueldade desmedida. Acordo cedo aos domingos porque, lá está, não houve a febre de sábado à noite com gins e afins. Giro lindamente os silêncios porque são muito escassos cá em casa. Não vou ao que não me apetece, faço menos fretes. Elogio cada vez mais os meus. Sou menos livre do que há dezoito anos porque tenho duas pequenas criaturas totalmente dependentes de mim. Facto é que estou bem assim! Mais completa. Se devia ter mais calma e ponderação? A resposta é sim, devia, mas também não posso querer tudo como se tivesse agora dezoito anos, não é?! 

thumbnail_IMG_5207.jpg

Obrigada a todos pelas mensagens de parabéns ♥️. Tive um dia absolutamente normal como bom escorpião que sou! 😍

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia)

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D