Saltar para: Post [1], Coment√°rios [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Dos 18 aos 36 foi um pulinho ūüėĄ

Lembro-me de andar toda hist√©rica por ir fazer dezoito anos. Convicta de que iria passar a ter total liberdade para fazer tudo o que me apetecesse, sem ter de dar satisfa√ß√Ķes a ningu√©m. Achava eu que me iria escapar o trinco e fazer imensos disparates, mais ou menos um por dia, para estragar a m√©dia dos anos anteriores. S√≥ que n√£o! Nada disso veio a acontecer com a chegada dos dezoito anos! Os dezoito foram bons, trouxeram efetivamente novidades √† minha vida, mas n√£o foram assim essa loucura toda! Talvez porque como sempre tive imensa liberdade, nunca¬†senti necessidade de extravasar, de exceder limites nem de desbravar terrenos sombrios. Era uma mi√ļda¬†da aldeia, num entra e sai de casa constante para ir ter com as amigas. As pequenas cabe√ßas aluadas n√£o faziam grandes asneiras. Pensavam em palermices mas faltava-lhes o arrojo!¬†Eram, de facto, melhores tempos, menos perigosos e mais saud√°veis!

 

Por estes dias fiz 36 anos! Pois, passou depressa. Mesmo. Aliás, depressa demais! Não é que eu não goste de fazer anos (a partir de agora só gosto de presentes) mas a sensação de que a vidinha está a passar muito depressa é cada vez maior. Dizia-me um familiar que parece que quantos mais anos temos, mais depressa passam! Tenho exatamente a mesma sensação. Aos dezoito anos tinha uma energia inesgotável. Nem tinha tempo para pensar a longo prazo. Vivia na urgência de fazer tudo ao mesmo tempo. E conseguia. Aproveitar o dia, estudar, estar com amigos, namorar, sair à noite, tudo isto sem ressacas dolorosas! 

 

Aos 36 j√° n√£o √© bem assim. Os s√°bados √† noite est√£o muito longe da loucura das noitadas. √Č-me dif√≠cil¬†trocar as mantas e o sof√° por uma sa√≠da a uma disco (ainda se diz disco?). Bebo muito mais ch√°s que bebidas com √°lcool porque as ressacas estavam a estender-se no tempo com uma crueldade desmedida.¬†Acordo cedo aos domingos porque, l√° est√°, n√£o houve a febre de s√°bado √† noite com gins e afins. Giro lindamente os sil√™ncios porque s√£o muito escassos c√° em casa. N√£o vou ao que n√£o me apetece, fa√ßo menos fretes. Elogio cada vez mais os meus. Sou menos livre do que h√° dezoito anos porque tenho duas pequenas criaturas totalmente dependentes de mim. Facto √© que estou bem assim! Mais completa. Se devia ter mais calma e pondera√ß√£o? A resposta √© sim, devia, mas tamb√©m n√£o posso querer tudo como se tivesse agora dezoito anos, n√£o √©?!¬†

thumbnail_IMG_5207.jpg

Obrigada a todos pelas mensagens de parab√©ns¬†‚ô•ÔłŹ. Tive um dia absolutamente normal como bom escorpi√£o que sou! ūüėć

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia)

1 coment√°rio

Comentar post

A Blogger:

C√°tia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D