Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Alguém disse #5

"Fico sempre com esta ideia de que uma mulher vive relativamente bem consigo própria e com as suas fraquezas até ser mãe. Nesse momento, é como se um interruptor demoníaco se ligasse e ela fosse a correr pôr a capa da supermulher. Mãe que é mãe está convencida de que é um super-herói da banda desenhada, capaz de salvar as crianças de todos os males, capaz de desempenhar com mestria a sua profissão, sacar dos saltos-agulhas e ficar uma bomba sexual para um jantar a dois, conseguir ser a mãe doce e terna mas também exigente e implacável, boa dona de casa, cozinheira de mão-cheia, ginasta olímpica, amiga dos seus amigos, tudo em simultâneo, como se fosse um canivete suíço. Pois bem, tenho uma triste notícia para vos dar: ninguém consegue ser assim! Pelo menos não sempre, o tempo todo, 24 horas por dia, sete dias por semana. Há sempre um momento em que se falha numa das frentes. E ... (segurem-se) NÃO FAZ MAL!"

 

Conseguem adivinhar quem será a minha próxima entrevistada?

 

Dou uma pequena ajuda: é mãe de quatro e autora de um dos blogues mais lidos no país ...

 

Deixem os vossos palpites 😁

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

4 comentários

Comentar post