Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

A aldeia está de luto

Na passada terça-feira a aldeia acordou em choque com a notícia da morte do Diogo, um filho aqui da terra. Ninguém ficou indiferente a esta partida tão precoce. Custa a aceitar como é que um jovem de 34 anos se vai assim de uma forma tão repentina. Que crueldade! Que merda de vida esta! Mas porquê???? pergunto eu, porquê?? Não há resposta nem nunca irá haver! Há dor, tristeza e saudades do pai-marido-filho-irmão-amigo Diogo! O Diogo era um grande amigo dos seus amigos, era daqueles amigalhaços porreiraços que estava sempre presente e se entregava por inteiro. Os amigos estavam inconsoláveis! A despedida de ontem foi dolorosa, cortante, devastadora! Jamais se recupera de uma perda destas. Aprende-se a viver sem! O meu pensamento está com a família que não sei como confortar, não sei o que dizer porque nem eu estou a conseguir não pensar no Diogo e no que ele ainda tinha para viver e dar à família! Hoje encontrei-me com a esposa e não saiu uma única palavra de jeito ... só uma lágrima e um queixo tremido! 

 

Do Diogo tenho uma série de recordações porque crescemos e vivemos na mesma rua. Ainda éramos do tempo de brincar na rua e só ir para casa quando as nossas mães chamavam gritavam para irmos jantar. Velhos tempos! O Diogo e o irmão faziam uma dupla imbatível ao nível da traquinice na "nossa" rua! Não era qualquer um que os vencia! Hoje recordo esses tempos com lágrimas nos olhos precisamente porque esta dupla de irmãos ainda hoje era de uma cumplicidade enternecedora! Dá dó esta separação! 

 

 

Família e amigos do Diogo, que nunca vos falte as forças para o homenagear. Recordem-no, falem dele, riam dos momentos em que se divertiram com ele. Ele merece ser recordado de uma maneira muito saudável porque o Diogo era dos bons! ❤️

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

A Blogger

Sigam-me

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D