Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Uma Macaca na Cidade (58)

BCG: Uma história muito mal contada

 

A propósito do Dia Mundial da Tuberculose, assinalado no final de março, a comunicação social chamou a atenção para o facto de no ano em que a vacina da BCG foi retirada do Programa Nacional de Vacinação (PNV) terem aumentado os casos de tuberculose em crianças no nosso país. (notícia aqui)

 

Como mãe de uma criança não vacinada, é evidente que estes dados me preocupam (preocupar-me-iam ainda que os meus dois filhos fossem vacinados, por representarem um retrocesso nos ganhos em saúde a nível nacional). Até porque sempre me quis parecer que a retirada da vacina BCG do PNV foi uma estória um pouco “mal contada”, sem que tenha sido apresentada evidência científica de suporte a esta medida, capaz de descansar os pais.

 

Muito resumidamente, o que se passou foi que em 2016 houve uma quebra no fornecimento da BCG e logo de seguida a decisão governamental de retirar a vacina do PNV. Garantiram que uma coisa não tinha nada a ver com a outra e que em Portugal a incidência da doença já não é elevada, e o acesso da população ao diagnóstico, medicação e tratamento não são difíceis, vai daí acaba-se com a BCG (a não ser para grupos de risco muito específicos). Só que, passados dois anos, a suposta doença de baixa incidência em Portugal ganha (silenciosamente) o estatuto de Programa de Saúde Prioritário, na mesma altura em que nos chegam estes números.

 

A Direção-Geral da Saúde (DGS) continua a dizer que “Portugal tem condições epidemiológicas para uma estratégia de vacinação seletiva” e que o problema está nos profissionais de saúde, nomeadamente nos jovens médicos que "já quase não estudam a tuberculose e acabam muitas vezes por não estar despertos para a doença"…

1746718.jpg(Google imagens)

 

Ora, eu que tenho uma filha que não foi vacinada, gostava de ter um esclarecimento em relação a tudo isto. Nomeadamente no mesmo dia em que descubro que há um caso de tuberculose na empresa onde trabalho.

 

"Que tiro foi esse que tá um arraso?"

Não simpatizava com o Sporting nem um bocadinho. Porém, e para me fazer engolir tudo o que sempre disse sobre o clube de Alvalade, o meu filho é sportinguista. Já tentei convence-lo a gostar de quem ganha, porque perder é, efetivamente, mau mas o rapaz é teimoso e por ali irá ficar, creio eu. De maneira que, e coração de mãe é assim mesmo, torço muitas vezes para que o Sporting ganhe com a mesma intensidade com que torço pelo Benfica ou pela equipa aqui da aldeia. 

 

Esta pequena introdução para dizer que, o que vou escrever de seguida, nada tem que ver com rivalidades clubísticas, tem que ver sim, com pessoas, no que elas julgam ser e fazer em nome do que presidem. Refiro-me à figura do dia - Bruno de Carvalho. 

 

Ora este senhor tem conseguido surpreender tudo e todos a cada dia que passa à frente da presidência do Sporting Clube de Portugal. O problema é que esse efeito "surpresa" em nada abona a seu favor. O que se tem visto da parte desta personagem, que tem tudo para ser cómica, são potentes tiros nos próprios pés, uns atrás dos outros, cada um mais intolerável que o outro, levando por arrasto toda a estrutura que envolve o Sporting. Neste momento, e foi a última frase que li sobre o assunto antes de me sentar aqui a escrever, anunciou o abandono do facebook. Quando é que eu já li isto? Cada intervenção que faz, seja ela no facebook, na Assembleia da República ou em conferências de imprensa, só o torna mais fraco enquanto líder porque, a meu ver, o senhor descompensou de vez. Fritou. Avariou da caixa. E ninguém está livre 😂!! 

 

O problema do Bruno de Carvalho não é o facebook. O grande problema é ele e aquele excesso de confiança que o acompanha publicamente. Enquanto não resolver esse problemazinho não me parece que deva presidir o que quer que seja, muito menos um clube com a grandeza do Sporting. Confesso que não consigo entender como é que UMA só pessoa consegue, num curto espaço de tempo, estar em tantas frentes ao mesmo tempo e, não haver UMA alminha, uma só, que o impeça de continuar por esses caminhos pantanosos! Ninguém consegue puxar o braço a tempo do homem se mandar do precipício? Ninguém? Nem um Jorge Jesus? Nem um cirurgião? Não há ninguém que o homem oiça? 

 

É assim, caros colegas sportinguistas, nem sempre estamos assim tão bem relacionados! Há que admiti-lo, sei que custa, sei que isto é tão vergonhoso como uma má exibição dos jogadores 😪 agora é tentar esquecer esta sucessão de episódios ridículos que em nada dignificam o vosso futebol e seguir em frente. 

 

Espero honestamente que numa próxima Assembleia Geral, a massa associativa tenha força para mandar o senhor para casa tratar daquela dor ciática que, diz quem teve, é ruim à brava!

 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

 

Completa(MENTE) 11

Eu Falo, Tu Falas… Eles Comunicam

 

Sim. É enorme a diferença entre falar e comunicar. Comunicar, mais do que falar bem é também, ouvir bem. Mas temos muito pouco tempo para ouvir, andamos sempre com os minutos contados e a cortesia, essa, muitas vezes fica pelo caminho. Com os nossos filhos, os nossos alunos e… também com os pais deles. É acerca desse tipo (ou falha) de comunicação de que vos venho falar hoje, da que acontece entre pais e professores e que está no início da maioria dos conflitos a que assisto (ou de que faço parte).

pastedImage.png(Fonte: imagens google)

 

Noutro dia durante o meu horário de atendimento recebi uma mãe, para resolver um desses mal-entendidos.

 

Sugestão Saudável (95)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas 

 

7 Estratégias Para Manter o “novo” Peso!

 

Emagreceu, sente-se bem e agora quer manter o peso?

 

Chegou à fase da manutenção, uma fase muito importante e que requer alguns cuidados alimentares! É preciso algum controlo e disciplina, não faça o velho disparate de pensar que já fez o mais difícil, que agora consegue manter o peso “facilmente” e que pode voltar a fazer todos os erros que cometia anteriormente! 

30179805_10216465487976653_1320209434_n.png

 

Olhe para a alimentação com sabedoria, isto é, há alimentos que sabem bem mas que são pouco saudáveis, não quer isto dizer que nunca os coma, mas que deve comer apenas pontualmente, 1 vez por semana e alguns até 1 a 2 vezes por mês! Aqueles snacks que sabe que tem dificuldade em resistir evite ter em casa, isto é, se tem dificuldade em resistir às bolachas, chocolates, aperitivos, batatas fritas, evite comprar a não ser em situações pontuais, tipo festas!

 

Algumas pessoas questionam se têm de fazer “dieta” a vida toda, eu respondo que na manutenção dá para ingerir mais alimentos que na fase de emagrecimento, mas que convém que faça uma alimentação mais saudável e mais equilibrada do que aquela que fazia anteriormente quando estava com excesso de peso, pois então a probabilidade de aumentar de peso é grande! Algumas pessoas encaram as saladas/ legumes, os cozidos, grelhados e estufados como sendo “dieta” e não como fazendo parte da alimentação “normal” e saudável! E esquecem-se que os fritos, guisados, charcutaria, doces e guloseimas é que não são saudáveis! E que se fizermos uma alimentação mais saudável só temos a ganhar!

 

Como já tenho mencionado eu não sou fundamentalista (e eu também gosto de doces e batatas fritas, e como estes alimentos em determinadas alturas). O que defendo é um equilíbrio alimentar, sei que nem sempre é fácil, mas a verdade é que é possível! Então se é possível, vale sempre a pena tentar! Mesmo que já tenha tentado algumas vezes e não tenha conseguido, todos nós temos os nossos pontos fortes e nos nossos pontos a melhorar, a ideia é perceber e aceitar isso, pois só assim consegue-se mudar para melhor!

O que alguns estudos indicam é que quem tem um acompanhamento nutricional consegue mais facilmente manter o peso e fazer um alimentação mais saudável!

 

Aqui ficam 7 estratégias para manter o peso:

 

 

 

Dia Internacional do Livro Infantil

A falta de criatividade e os erros ortográficos só podem ser combatidos pela leitura. Digo-lhes eu, muitas vezes sem sucesso. Insisto no que podem aprender sozinhos através dos livros e eles, ainda assim, continuam a preferir tuuuudddoo o resto à leitura! Cá em casa, não há forma de um livro, ainda que bom, ganhar à playstation, à bicicleta ou à bola.😁 Apesar dos evidentes progressos que os meus filhos têm feito nos últimos anos ao nível da leitura, continua a ser uma tarefa menos aceite, principalmente pelo mais novo. A mim cabe-me reforçar a importância da prática em questão e pedir-lhes que lhe dediquem 10 a 15 minutos dos seus dias. E, devo dizer que nestas férias, as coisas têm estado a correr menos mal.

 

Deixo-vos alguns dos livros que moram cá em casa ... uns já eles leram, outros ainda estão a ler, outros andam a ganhar coragem para ... 😁 

IMG_2351_Fotor1.jpg

 

Se souberem truques para os pequenos ganharem gosto pela leitura, partilhem por favor😁.

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

Pág. 2/2

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D