Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

"Somos todos um bocadinho racistas" cantavam os da Avenida Q

screen shot 2018-01-08 at 30344 pm.png

Vai para dois anos que adotei uma Macaca. Sabem vocês leitores regulares! A "minha" Macaca jornalista escreve a partir da capital a rubrica, imaginem só ... Uma Macaca na Cidade! Ela é muito simpática, garanto-vos eu que já jantei com ela, e o facto de ter a pele branca branca branca e o cabelo preto preto preto não lhe retira qualidades nem lhe acrescenta defeitos! 

 

Agora que tinha encontrado o presente ideal para ela (mas vá em tamanho de adulto) rebenta a polémica do racismo e a H&M retirou de venda estas camisolas! Ora bolas! Tudo por causa desta fotografia ...

5a53850a49314681008b468a-750-562.png

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Entrevista a Sílvia Lopes

Como sigo de perto e faço parte do grupo de voluntários da iniciativa "Ser Mais Solidária", liderado pela minha amiga Sílvia Lopes, achei por bem fazer-lhe algumas perguntas sobre como decorreram as duas ações de solidariedade social no passado mês. Refiro-me à distribuição de refeições a sem-abrigo e à entrega de donativos a uma instituição de meninas no Gradil. Fiz este pedido de entrevista à Sílvia pois considero importante dar feedback a quem tem contribuído para esta causa e aproveito também para, simultaneamente, apresentá-la a quem lê este blog e ainda não a conhece. Portanto, uma espécie de dois em um! 

26754436_1649031765144666_1770215376_n.jpgA Sílvia Lopes é empresária, barra a contabilidade, casada, tem dois filhos e, se não me engano, tem trinta e tal anos 😁! 

 

 

 

 

Sugestão Saudável (85)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas 

 

10 Dicas Para Ficar Em Forma Em 2018

26828478_10215650194274820_1422749806_o.png

Estamos no início do NOVO ANO e esta é uma excelente altura para definir novos objetivos, melhorar hábitos alimentares, fazer exercício físico, emagrecer se tem excesso de peso, ser mais saudável e começar a colocar tudo em prática! Portanto, vou partilhar convosco algumas dicas para ganhar saúde, auto-estima e bem estar:

 

Uma Macaca na Cidade (51)

E A TENDÊNCIA PARA 2018 É…

 

(… rufo de tambores…)

 

SELF-CARE!!!

 

Auto-cuidado, traduzido para o nosso português. É essa a grande tendência para o ano que agora começou. Assim sendo, acho que posso considerar-me uma vanguardista e trendsetter, já que o meu 2017 foi all about self-care.

 

Já dizia aquele célebre anúncio que “se eu não gostar/cuidar de mim, quem gostará/cuidará?” e, na realidade, não há mal nenhum em colocarmo-nos em primeiro lugar e investirmos naquela que é a relação mais importante das nossas vidas: a relação com o nosso eu. Inúmeras vantagens decorrerão desta prática do auto-cuidado, desde que não caíamos em egoísmos e umbiguismos, naturalmente. No man is an island, lembrem-se. E o equilíbrio será possível, tenho a certeza!

 

Da minha parte, já mergulhei nesta tendência… e de cabeça! Recomecei ontem a treinar (depois de três meses de interregno) e pretendo iniciar-me na prática de Pilates (deixo isto por escrito porque é uma forma de me comprometer e de não deixar cair no esquecimento até lá para Novembro!). Tenho procurado ler todos os dias um bocadinho, tratar bem da minha pele, beber água com limão em jejum (obrigada Liliana pela dica!), não me queixar tanto (hoje, por exemplo, apetecia-me muito maldizer a chuva, mas tão necessária que ela é! E eu tenho tudo o que preciso para me proteger, há quem durma na rua!), encontrar um tempinho para meditar, não procrastinar e ser mais organizada, fazer o que me dá prazer (cozinhar e escrever!), dar graças no final de cada dia.

 

É certo que o ano ainda só conta com 9 dias, mas há quem diga que os primeiros doze dias do ano ditam os doze meses AQUI. Se assim for... so far so good!

 

Fiquem com este instantâneo que se segue e que ilustra o meu eu para 2018:

thumbnail_ig.jpg

 

Beijos e cuidem-se.

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

 

Completa(MENTE) 8

Tecnologia (apenas uma colher de chá)

 

Eu sei. Eu sei que não nos podemos alienar do mundo, nem privar os nossos filhos ou alunos do contacto (tão importante para a sua futura vida profissional, com a qual passamos a vida tão preocupados, e para a qual os preparamos intensamente, diariamente – soou sarcástico? Era mesmo para sê-lo!) com computadores, tablets e outros ‘gadgets’. É um facto, queiramos ou não. Gostemos, ou não.

 

Confesso, a facilidade (o comodismo!) de um quadro interativo (ou de um projetor) faz maravilhas numa sala de aula. Não só para a exposição de matérias, mas porque temos tudo ali tão à mão: imagens, vídeos, dicionários, o mundo. Mas uma aula tem de ter mais do que isso, pois na minha opinião, estas ferramentas prendem o professor à parte da frente da sala de aula, e embora do ponto de vista visual, atraia os alunos, do ponto de vista humano, afasta-nos deles. Perde-se a essência de todo o processo ensino-aprendizagem, porque toda a aula está centrada no professor e na manipulação da informação, em lugar de estar focada no aluno. Ora isto, não me parece nada o ensino que se quer no séc XXI.

4273-thumb.jpg

Usemos então apenas uma colher de chá de tecnologia, na extensa receita do nosso plano de aula. Para se mostrar o vídeo ou explicar a matéria. Depois, deixemos de ser o centro das atenções e passemo-las para quem delas precisa: os nossos alunos. Estes devem trabalhar autonomamente, em pares ou pequenos grupos. Devem colaborar, discutir, trocar ideias (sem estarem a olhar para o quadro, sem estarem a olhar para nós). E nós, não fazemos nada? Claro que sim. Mediamos os conflitos, lançamos sementes com ideias, tiramos dúvidas, chegamos aos nossos alunos, estamos com eles, lado a lado, de igual para igual, envolvidos no trabalho, sem dar pelo tempo passar. A sério, experimentem. É maravilhoso. Às vezes, dou por mim, ao fundo da sala, em silêncio, a observar. É verdade, eles estão a conversar, mas também estão mesmo a trabalhar. A APRENDER.

 

Também sei de cada vez mais escolas que estão a implementar um ensino sem livros ou cadernos em papel (sou apaixonada por livros, isto parte-me o coração). Apenas tablets ou computadores portáteis. Claro que aí não dá para usar apenas uma colher de chá. Vou parecer mesmo old fashioned agora. Mas não entendo quais as vantagens, a começar pela visão dos nossos alunos, de tais projetos. Parecem-me interativos do ponto de vista tecnológico, e modernos, sim. Mas há interação entre os alunos? Há socialização? A escola forma pessoas para viver no mundo, pessoas que têm de se relacionar, dialogar, abrir mão das suas ideias, ouvir os outros, levar as suas ideias para a frente…

 

Não estaremos a ser um pouco escravos do avanço tecnológico em detrimento de outras capacidades que os nossos alunos também devem desenvolver?

 

Fica a pergunta. (E as repostas não precisam de ser q.b.😁)

thumbnail_2017-07-02-PHOTO-00000294.jpg

Sónia Vaz 

 

Cores para a chuva

À boa maneira portuguesa, ou melhor, à boa maneira da nossa Proteção Civil, apresento-vos um quadro com galochas e guardas-chuva (bem coloridos!!) que devem usar hoje e nos próximos dias caso pensem sair à rua! Quem é amiga, quem é?! Para mais informações clicar em cima das imagens 😁!

 

 

(Nitidamente danada, passei a manhã na lavandaria a secar máquinas de roupa como se não houvesse amanhã. Mas há amanhã e espero mesmo que não seja de sol! Quem também odeia a chuva SÓ porque a roupa não seca, pode e deve juntar-se a mim nesta dor 😩😩😩)

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

O meu "Conde de Contar(rrr)"

O mais novo da casa passa a vida a contar. Conta tudo o que vê. Conta aquilo que eu acho que não tem contagem possível e, quando está sozinho, conta-se a ele (acho eu)! Sabe quantas páginas tem o meu livro e o da irmã. Sabe em qual vamos (porque vai lá espreitar, não é adivinho). Eu mando-o preocupar-se com os livros dele. Responde-me em números. Conta os aviões (não tem grande trabalho é um facto). Conta formigas, botões, as massas espirais que tem no prato, os carros que passam por ele no IC19 até eu aguentar ouvir, os candeeiros públicos, as letras das palavras ... enfim, uma canseira (p'ra mim). 

 

Um dia disse-lhe que ele era uma versão bastante melhorada do Conde de Contar(rrrr) da Rua Sésamo. Riu-se porque desconhece a figura ... lembram-se? 

 

E com isto podem pensar "Uau ... esse miúdo é um cromo a matemática!" Só vos digo - NÃO - ele gosta de contar, não de fazer contas! Pode parecer esquisito mas são coisas diferentes! 😩

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)   

Sugestão Saudável (84)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

5 Benefícios de beber 1 copo de Água com limão

Já passou a época festiva e começou o Novo Ano, vamos lá fazer as novas resoluções e mudanças positivas. Vou começar este post com uma sugestão para implementar em 2018: começar o dia com um copo de água com sumo de ½ limão! Beber 1 copo de água quando acorda e se levanta da cama pela manhã é uma excelente maneira de começar o dia e pode começar a adicionar umas gotas de limão no seu copo de água.

26241342_10215598272096798_836093564_n.png

Existem alguns estudos que mostram benefícios de beber 1 copo de água pela manhã com gotas de limão, aqui ficam alguns:

 

 

Alguém disse #18

" ... um grupo de jovens chineses ... durante a viagem entre Mykonos e a ilha nunca olharam o céu ou o mar. Estavam afocinhados nos telemóveis ... desembarcámos, olharam em volta com enorme indiferença e continuaram afocinhados nos telemóveis ... Sabe-se que existem na China centros de desintoxicação digital. Os jovens viciados em ecrãs de computador e videojogos ... com prejuízo da vida e da saúde, são coagidos a frequentar campos de concentração onde são sujeitos a privação. O sofrimento da privação é, consta, pior do que o da toxicodependência e as tentativas de suicídio são normais ... esta gente desistiu de viver fora do mundo real e apenas se relaciona de modo virtual ... limitam-se às relações desumanizadas pela tecnologia. 

playground-2562688_960_720.jpg

 Se pensam que estamos a salvo disto no nosso belo mundo europeu, esqueçam. Basta olhar em volta e ver como as pessoas estão umas com as outras nos cafés e restaurantes ... que o algoritmo da Google está a destruir a memória humana e a tornar-nos estúpidos não tenho dúvidas ... Stupid people com smartphones ... um dia ficaremos a conhecer os danos da luz azul e da tecnologia digital para os nossos cérebros ... um dia viremos a concluir que a intoxicação tecnológica está a dar cabo da nossa fisiologia e da nossa humanidade ... e teremos centros de rehab tecnológica" . 

 

 Clara Ferreira Alves, Revista E. 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

Novo Ano, Novo Fôlego

No início de cada ano, é comum enchermos o peito de ar e gritar definirmos uma série de boas intenções que, à partida, vão servir de linha orientadora nos próximos trezentos e tal dias. É suposto trocarmos os hábitos menos "saudáveis" por práticas e rotinas mais frescas e sadias.

 

Eu pertenço claramente a esse grupo de pessoas que aproveita a boleia do ano novo, não para uma vida nova porque até gosto muito da minha, mas para pensar em novos compromissos! Mas admito que não entro em grandes loucuras, precisamente porque me conheço bem o suficiente para saber que quanto mais bruscas forem as resoluções menos hipóteses tenho de as conseguir alcançar. Por isso, no meio daquela atrapalhação meia-noite/passas/champanhe/histeria/tudo em cima de cadeiras, peço saúde, esse cliché que determina tudo nas nossas vidas, trabalho e dinheiro. O resto arranja-se ... nomeadamente paciência 😁 (nota-se muito que a minha se esgotou nestas férias de Natal???). E por falar em férias de Natal, devo dizer que tenho a cabeça totalmente amassada a precisar de, imaginem só, férias, ou um spa também não caía nada mal!!!! 😩

 

Hoje estou sozinha, os meus pré-adolescentes trituradores de cérebros foram para a escola, logo, consigo escrever duas linhas sem interrupções 😩 ... quero desejar a todos os que por aqui vão passando, com mais ou menos regularidade, ativa ou passivamente, um feliz ano novo cheio de conquistas, de aprendizagens e de novos desafios! E um minuto de silêncio a quem diz que vai deixar de fumar, voltar ao exercício físico, afastar-se da coca cola, consumir menos redes sociais, ser mais disciplinado nas poupanças ..." Força. Muita força!! 😁 

smile-1391004_960_720.jpg

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D