Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

O regresso à escola

Hoje os meus filhos NÃO cantaram:

 

Bom dia

Bom dia

Bom dia a toda a gente

Eu hoje vou p'ra escola

Por isso estou contente

 

😁😁😁 

 

Sei que estavam com saudades de brincar com os colegas da escola (e obviamente cansados da mãezinha querida!). Por isso, hoje, só podem estar a divertir-se à grande!

Quando ontem lhes disse o quanto era bom voltar ao grupo da escola, em sua desefa, o mais novo argumentou de imediato que podiam brincar noutro sítio que não na escola, por exemplo num parque! (E não é que o miúdo tem razão ) Para além disso, este meu filho, o eterno insatisfeito, queixa-se da injustiça das férias! São poucas diz ele. Alega que as férias da Páscoa deviam ter a duração de ... três meses! Percebe-se que é uma criatura moderada a pedir 😡! Já mentalizado que hoje inevitavelmente teria de voltar à escola, ontem disse-me "já que tem de ser, o melhor é pensar no meu nome, data e abecedário porque a professora amanhã vai mandar escrever e eu não posso falhar!" 

 

Do lado feminino, a Maria no seu jeito totalmente desprendido, pouco ou nada se manifesta sobre o regresso às aulas. Nem diz que sente falta nem saudades de tudo o que envolve a escola. Agarra-se ao que está a viver no momento e consegue usufruir em pleno do que a vida lhe vai dando. Ora férias ora escola. Vai-se aguentando, quase sempre de cara alegre  que nem sempre significa satisfação! 😜

 

Com isto tudo, voltou a rotina e esta mãe, com tanta coisa para organizar, tem somente dois meses para TUUUDOOOOO!!! Daqui a nada estão aí as férias de Verão 😂! 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Sugestão Saudável (52)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

5 Etapas para EMAGRECER mais facilmente!

18009634_120332000283715636_1520029661_n.jpg

  

1 - FOCO: Defina (claramente) o seu objetivo e sinta-se como se já o tivesse atingido! Diariamente, de manhã ou à noite, imagine que já tem o “seu” peso desejado (por exemplo os 60kg que tinha quando se casou ou os 65kg que tinha antes de engravidar!) e lembre-se como se sentia nessa altura. 

 

 

Uma Macaca na Cidade (22)

Diz-me quem segues no Instagram, dir-te-ei quem és! 

 

É, para mim, a rede social do momento. Gosto do formato “toca-e-foge” do pequeno apontamento fotográfico, seguido de legenda mais ou menos inspirada e da #hashtag obrigatória e virtualmente agregadora. 

 

Mais do que uma rede de amigos (como o Facebook), uso o Instagram para seguir um conjunto de personalidades mais ou menos conhecidas, que de alguma forma me inspiram.

ATENÇÃO: a linha que separa inspiração de comparação (inimiga da felicidade) é muito ténue!

O Instagram faz de nós voyeurs profissionais, ao “democratizar” as elites/celebridades, colocando-as em pé de igualdade connosco, meros mortais! 

20160621172035-instagram-mobile-smartphone-social-

 

Tenho uma conta de Instagram pessoal (não como Macaca) e privada (seguidores carecem de validação) e sigo aproximadamente 250 perfis. Acredito que as pessoas que seguimos (e até os nossos seguidores) revelam muito da nossa personalidade e forma de estar na vida. 

 

Posso dizer-vos que entre as personalidades que sigo tenho duas irmãs Kardashian e uma Jenner, a nossa Vitoria Secrets angel, as Nações Unidas, o Anthony Bourdain (e, claro, o Jamie Oliver!), algumas marcas de roupa de criança, dois concorrentes do The Voice Portugal, fotógrafos, bloggers e it-girls, uma escritora que venero, o João Cajuda (blogger de viagens reputadíssimo – é masoquismo total ver a conta dele de IG!!!) entre outros tantos amigos e conhecidos. E sigo, obviamente, a nossa querida Rapariga. 

 

E vocês? Têm Instagram? Postam muitas fotos? Seguem muitas celebridades? Contem-me tudo, vá… 

 

Diz-me quem segues no Instagram, dir-te-ei quem és!

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

10º Compasso Pascal Motard

Centenas de motards juntaram-se ao Sr. Padre Avelino Alves na manhã de Domingo de Páscoa e cumpriram a tradição do Compasso Pascal que conta já com uma década de existência. Este ano, devido a alguns problemas de saúde do pároco de Pero Pinheiro, o percurso foi um pouco mais curto do que o habitual, abrangendo somente as localidades da União de Freguesias de Almargem do Bispo, Pero Pinheiro e Montelavar. 

 

Entrevistei o Sr. Padre Avelino em Maio do ano passado e obviamente que não faltou uma pergunta sobre esta iniciativa do Compasso Pascal. Acredito que ontem teria respondido exatamente o mesmo... 

"Como surgiu a ideia do Compasso Pascal Motard?

A população de Pêro Pinheiro e Montelavar desafiou-me a fazer a visita Pascal pois há muita gente do norte do país a viver aqui. Eu na altura questionei-os "mas como?" e foi assim que surgiu a ideia de a fazer de mota. Já cumprimos a tradição há nove anos e este ano fomos 800 motards. Houve um aumento significativo de adesão. Ao início alguns motards faziam por curiosidade e mas hoje já fazem questão de estar presentes. E digo-lhe mais, chegar a Cascais (fim da visita) e ver todos a rezar, sem complexos, foi muito bom, tenho muito respeito por todos."

 

Podem ler a entrevista completa AQUI 😁

 

Deixo-vos em fotografias a manhã de ontem onde é bem visível a alegria e a camaradagem de quem participou e assistiu a este Compasso Pascal. 

IMG_1354.jpg

 

 

Clube de Leitura da Cocó

Inscrever-me num Clube de Leitura, organizado pela Sónia do blog Cocó na Fralda, foi o melhor que fiz para pôr a leitura em dia. Isto porque durante os meses de inverno desleixo-me um pouco mais do que devia encostando-me às mais diversas desculpas, nomeadamente frio e sono! A verdade é que a iniciativa 👏👏👏 promovida pela Sónia veio combater um pouco a minha indisciplina! Percebi que não estou sozinha a combater esta "preguiça" 😁 e por isso alinhei neste pequeno empurrão. 

 

Tudo a correr como previsto, lá estarei dia 5 de Maio na Fnac do Colombo para partilhar, com não sei quantas pessoas (e aqui é que a porca torce o rabo ... pode dar-se o caso de não conseguir dizer nada com jeito!), a minha opinião sobre o livro que conto despachar este fim-de-semana! Ofereceram-me no inicio deste mês (ver foto) e estou quase a chegar ao fim. Isto porque estou curiosa para saber o desfecho deste romance e também porque ando a aproveitar todos os minutos livres para ler. Obrigada Cocó, até agora está a resultar muitíssimo bem! 😍

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

 

 

Sugestão Saudável (51)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

 

Páscoa em equilíbrio!  

 

Sim, é possível!!

 

A Páscoa está a chegar e nesta quadra há sempre alguns excessos alimentares, começando com as amêndoas, passando pelos chocolates e terminando nos folares, vamos viver esta Páscoa em família e com equilíbrio na alimentação!

 

Resistir às tentações da Páscoa pode parecer muito difícil, mas acredite que é possível! Há muitas receitas que pode colocar em prática, saudáveis e saborosas. Se quer eliminar os quilinhos extra e aproveitar a Páscoa em grande, só tem de ter alguma imaginação e seguir alguns conselhos:

- Aproveite estes dias que geralmente se come peixe e invista em refeições saudáveis para uma Páscoa light.

- Faça vários pratos coloridos com muitas saladas e/ou legumes.

- Beba 1,5 a 2L água por dia.

- Fruta e gelatina devem fazer parte das sobremesas nos dias festivos.

- Guarde os doces apenas para o dia da Páscoa, aproveite para provar mas sem exagerar na quantidade.

 

 

Partilho de seguida duas receitas que pode colocar em prática nesta Páscoa:

 

 

Vamos lá desfazer mitos sobre a aldeia

Aqueles que se sentem superiores por viverem num sítio, supostamente, mais evoluído do que a aldeia, fiquem desde já a saber que a malta dos meios mais rurais não gosta de levar desaforos para casa. Sabendo eu desse pormenor, aqui ficam algumas das condições de que dispomos neste nosso cantinho. Não tem vista para o mar é certo mas, devo dizer que não me parece mau de todo: 

 

 

 

Uma Macaca na Cidade (21)

Avós: essa entidade que acredita na equação açúcar = amor 

 

Tenho a sorte de contar com a minha mãe e com a minha sogra para tudo, neste desafio que é ser mulher+trabalhadora-a-tempo-inteiro+mãe-de-2. Estão ambas perto, física e emocionalmente, com uma disponibilidade que não tem preço (e mesmo que tivesse, nunca lhes conseguiria pagar). 

 

Está cientificamente provado o quão benéfico é para as crianças o convívio com os avós (e vice-versa) e isso reflete-se no desenvolvimento deles. Também eu tive essa felicidade na minha infância e marcou muito a minha forma de ser e de estar na vida. 

 

Isto para dizer que ter os avós por perto é excelente, mas como tudo, tem as suas perks… Nem a minha mãe, nem a minha sogra são intrometidas no que toca à educação dos netos, mas ambas têm um problema… Não percebem muito bem a palavra não e quando a negativa se prende diretamente com restrições alimentares (nomeadamente de doces), a coisa piora. 

 

No tempo das então mães agora avós, não havia toda a informação de que hoje dispomos relativamente aos perigos do açúcar. Mas hoje temos! Não sou fundamentalista... Os meus filhos comem a sua bolachinha Maria e a sua língua de veado pontualmente, até o seu ice-tea ou coca-cola de vez em quando (aqui refiro-me essencialmente ao Manel, de 6 anos, posto que a Maria ainda tem só 14 meses)… O problema é quando esse de-vez-em-quando se torna regra, ao invés de exceção. E as avós são pródigas neste “mimo de açúcar” constante. 

 

Depois das férias em Cabo Verde, em que Manel abusou de doces, refrigerantes, pizzas e outras “porcarias” – precisamente porque estava de férias e as férias também são para isso – combinámos com ele que faria um “detox” assim que regressasse a Lisboa. E, claro, avisámos as avós, às quais pedimos (exigimos!?) a sua colaboração. 

 

Primeiro dia em que a minha mãe vai ficar com a Maria: 

- “Olha, passei no Choupana e trouxe dois croissants.” 

- “Mãe, que parte do não-tragas-bolos é que não percebeste?” 

- “Oh, croissants não são bolos…” 

- “… (rolling eyes)…” 

 

Este fim de semana, depois de passar um dia em casa da minha sogra, Manel chega a casa com um pacote de bolachas tipo-Oreo praticamente todas comidas e meio pacote de amêndoas de chocolate (ele que até há bem pouco tempo nem gostava de chocolate). Quanto às amêndoas, a minha sogra descartou-se com um “foi alguém que lhas ofereceu”, do tipo “a culpa não é minha” como se isso fosse o que realmente importa… No caso das bolachas tipo-Oreo, brindou-me com um paternalista “olha que estas bolachinhas até nem são nada doces, por acaso…” (rolling eyes!!!). 

 

O mais cómico (confesso que até tive pena dela quando se apercebeu do que estava a dizer, daí o cómico) foi quando eu estava a trocar os sapatos do Manel e reparei que estavam sujos e a minha sogra, depois de toda esta conversa, se descai com um “ah, isso foi chocolate de um gelado que ele comeu…”. 

 

A sério, por favor, alguém me diga como se educam estes avós?

 

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

 

Caça aos Ovos (e aos Balões)!

Antes que me peçam autorização e euros para a viagem de finalistas a Espanha e depois sejam notícia de abertura de telejornal pelos mais variados motivos, cá ando eu a aproveitar a infância deles que, em períodos de férias, passa por inventar atividades apelativas e interessantes! 

 

Entre obrigações escolares, brincadeiras e jogos e, antes que chegasse aquele momento do "mãe, e agora o que é que achas que podemos fazer?" (pergunta que nunca fiz à minha mãe sob pena de ouvir tira a loiça da máquina!), sugeri uma caça aos ovos. Pouco original, dirão vocês, mas convém realçar que a minha imaginação e paciência não dão para mais. Parece-me mais que óbvio, nas férias da Páscoa, fazer uma caça aos ovos! Eles reclamam inúmeras vezes desta minha falta de criatividade mas enfim, têm de se aguentar! Foi a mãe que lhes calhou e todos sabemos que família não se escolhe!!😜

 

Bem, mas quanto à caça aos ovos de chocolate, a ideia até foi muito bem recebida. Eles acharam o máximo. Mas, admito que pecou por falta de ovos de chocolate. Só tinha comprado 12 ovos (dos pequenos) e eles encontraram-nos num ápice para grande tristeza minha! Para estender um pouco mais a diversão, lembraram-se de brincar à caça aos balões. Acedi de imediato. Escondi cerca de 30 balões e a brincadeira durou o resto da tarde 😜

 

 

 

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D