Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

A despedida emotiva de Obama

O democrata Barack Obama fez ontem, em Chicago, o seu último discurso enquanto Presidente dos Estados Unidos da América. Terminou com "yes, we did it" uma despedida marcada por um discurso bastante emotivo! Para além dos avisos que deixou ao seu sucessor, Obama agradeceu e elogiou as suas filhas por terem vivido estes últimos oito anos debaixo dos holofotes mediáticos 🎥📸 e, como não podia deixar de ser, salientou o papel fundamental da sua esposa, Michelle Obama, dedicando-lhe bonitas e generosas palavras 😪!

 

Este sentido agradecimento só vem provar a minha tese de que AO LADO de um grande homem está sempre uma grande mulher ... e ainda ...  que um homem TAMBÉM chora!!!! 

 

Segue então o vídeo do dia, que está a dominar redes sociais e telejornais ...♥️♥️♥️♥️

 

Sugestão Saudável (38)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

6 Entradas Saudáveis e Saborosas para 2017

 

Aqui estamos nós em Janeiro de 2017, de volta à rotina e de regresso à alimentação saudável, espero eu!! Após o período festivo há muitas pessoas que sentem mais fome e mais dificuldade em regressar ao plano alimentar que estava em prática, principalmente devido aos excessos alimentares praticados e à grande oferta alimentar existente nesta quadra natalícia. Principalmente porque a nossa mente tem grande influência e quanto mais pensa nos alimentos que comeu em excesso e não devia ter comido, pior é!! Portanto, o que passou já passou e agora o importante é seguir em frente, sem stress e rumo ao objetivo pretendido. Foco no PLANO ALIMENTAR ADEQUADO e no COMO vou fazer. E apesar do frio não se esqueça de beber água ou chás/tisanas. E comer muitos legumes ou saladas e/ou sopa de vegetais.

 

É frequente nas consultas de nutrição os pacientes procurarem receitas culinárias mais saudáveis e saborosas, quer para fazer no dia a dia, quer para fazer quando têm um almoço ou jantar festivo. Vou partilhar convosco 6 entradas saudáveis, saborosas e pouco calóricas, práticas e fáceis de elaborar:

 

 

Resoluções à Medida de Cada Um

Nestes primeiros dias de Janeiro, tenho aquela mania de idealizar grandes resoluções. Tento a todo o custo completar frases como "Este ano é que ... " Mas depois, alguns dos meus planos não passam de boas intenções e nem chegam a ascender a outra categoria! Por falta de motivação de quem os desenhou, obviamente! Devo dizer, que como não ando nisto há dois dias, a vida já me ensinou, por variadíssimas ocasiões, a fazer poucos planos, correndo, desta forma, menos riscos de desilusões acentuadas, se assim me é permitido chamar-lhes! Verdade é que a mudança de ano propicia mudança de rotinas. Porém, não fujo à regra e vou traçando objetivos (cuidadosamente) e livrando-me de coisas/hábitos/rotinas que estão claramente a mais na minha história! 

 

Não me vou por para aqui a enumerar tudo aquilo que ambiciono neste ano recém-chegado. Vou fazer diferente ... Proponho que criem objetivos para 2017 e que de tudo façam para que se tornem possíveis! A minha agenda, como já vos disse, tem ideias e frases engraçadas, de maneira que decidi partilhar com vocês esta pequena brincadeira! 

 

Aqui está o exercício.

Fica assim ao critério de cada um completar estas frases de acordo com o que realmente importa ... boa?

 

recite-1n49a1w.pngrecite-pptd79.png

recite-3hfysv.pngrecite-1tz08ja.png

 

recite-15zimol.pngrecite-1c6wvjd.png

 

No fim de 2017 voltamos a falar sobre isto ... ♥️

 

Tempo para brincar, procura-se!

Quando digo que, de segunda a sexta-feira, os meus filhos não têm tempo para brincar, não estou a exagerar! E não é com muito orgulho que chego a esta conclusão! Pode parecer que exijo imenso dos miúdos e que quero a todo o custo que sejam o que eu não fui ou que tenham resultados que eu não tive ... mas não é de todo o caso! Percebo que até sou uma mãe "descomplicada" quando ouço outras falar no assunto "escola". Chego a ter pena dos filhos! 

 

Este ano letivo, dei oportunidade aos meus filhos de escolherem entre fazer ou não fazer as AEC's (atividades), sendo que um sim iria obrigá-los a permanecer na escola, todos os dias, até às 17h. Ainda assim, optaram por fazer as tais atividades. Por mim tudo bem. Deixei claro que iriam ter menos tempo para outras coisas, também elas bastante agradáveis, como por exemplo, brincar! Fiz o meu papel de mãe. Opinei. Aconselhei. Mostrei prós e contras. Mas convém frisar que eles acham as AEC's brincadeiras e, talvez por isso, ainda não lhes notei arrependimento! 

 

Mas, a decisão que tomaram tem alguns contras, nomeadamente, e como referi no parágrafo anterior, menos tempo para brincar. Assim sendo, depois da escola, vêm para casa, lancham e fazem os trabalhos de casa. Os dois! Isto para dizer que quando terminam as suas obrigações escolares, têm mesmo de tomar banho e mais coisa menos coisa é hora de jantar! E o dia está feito. Repleto de afazeres! E a infância? E tempo de brincar? de visitar os avós? de jogar monopoly? de ler Uma Aventura? de natação, futebol e ballet? de fazer coisas também elas enriquecedoras? 

 

Sobra muito pouco tempo para o extra-escola. Não sou só eu que, agora como mãe, tomo consciência desta realidade! Estas minhas preocupações são estudadas. Ora vejam. Na revista E, um artigo intitulado "O tempo dos pequenos prisioneiros" aborda o facto das crianças não terem tempo para brincar. Alertando para a infância de hoje estar "escolarizada até ao tutano" e "compartimentada em atividades sempre organizadas pelo adulto". Um investigador da Faculdade de Motricidade Humana, diz não ser novidade que as crianças de hoje sejam mais frágeis e imaturas. "As crianças são dotadas para brincar, é o seu estado natural. Precisam de ser perseguidas, lutar, correr, esconder-se, inventar. E a sociedade faz um esforço para as ter quietas e em silêncio". Um erro. Não será desta forma que todos se irão tornar pequenos génios para grande desgosto dos papás!  

 

Agora, números que escurecem um pouco mais este quadro:

8 - é o número de horas de brincadeira por semana que as crianças de todo o mundo perderam nos últimos 20 anos. 

2 - é o número de saídas ao exterior dos bebés com menos de um ano nas creches, durante os quatro meses de inverno. 

32,5 - é o número de horas semanais de aulas previsto na Matriz Curricular do 1º ciclo para os alunos do 3º e 4º ano, incluindo AEC's. 

70 - é a percentagem de crianças portuguesas que passam menos tempo ao ar livre do que os 60 minutos que o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos recomenda para os reclusos! 

 

 

São verdadeiros sinais do tempo. Sem dúvida. Mas dão que pensar! 

dia-das-crianças-em-ingles.jpgBrincar está longe de ser fútil, "é uma atividade completa, em que as crianças aprendem a decidir, a negociar, a colaborar, a pensar e a criar", afirma Maria José Araújo, investigadora e especialista em educação. 

O que a Internet pode fazer a uma criança ...

Há uns anos, a educadora do meu filho mais novo alertava-me para o facto do miúdo não saber a morada de casa e para os riscos que esse desconhecimento podia significar nos dias de hoje! Confesso que não valorizei. Ele tinha quatro anos e o simples facto de dizer o meu nome com todas as letrinhas já me deixava profundamente orgulhosa!! (coisas de mãe). Mas hoje o rapaz está crescido, a um passo de usar máquina de barbear, e lembrei-me de tocar no assunto ...  

 

- querido Francisco, sabes dizer a morada do sítio onde vivemos? imagina que um dia perdes-te da mãe e precisas de dizer a um adulto/segurança, diz lá ...  

- pfuuu, fácil, muito fácil, quem não sabe isso!! rua xxxxx ponto pt ...

- ponto pt?????? arrrrrrrrr, maldita internet!

 

Portanto, a criança continua sem saber exatamente a morada de casa! Acha que tudo nesta vida acaba em ponto pt😡! A culpa deve ser da mãe, é (quase) sempre! 

 

Desisti da morada e insisti no número de telemóvel ... a conversa acabou com ele a dizer o meu número de telemóvel em loop até o decorar! Remédio Santo!

DSC04973.jpgO autor da piadola. O Xico quase sempre armado em esperto! ♥️

Ano Novo Vida Nova ... Só que Não!

Agora que todos foram às suas vidas, fiquei com o computador só para mim, pelo menos das 9h às 17h😁. Estes primeiros dias de uma casa em silêncio são mais aborrecidos, sem dúvida, mas, pensando bem, é sinal de que tudo seguiu o caminho normal, e de que é tempo de também eu voltar às minhas obrigações! E por falar em obrigações ...

 

Hoje estou em auto-gestão. Mas com a quantidade de coisas que tenho para organizar sinto-me com se tivesse um horrible boss a gritar-me aos ouvidos! Para começo de conversa, estar em auto-gestão não se traduz em ir para o sofá ver séries até enjoar ou ler o meu jornal em silêncio! Estar em auto-gestão, depois de ter a casa cheia durante quinze dias, obriga-me a arregaçar as mangas e entrar em modo dona de casa e cozinheira o mais rápido possível. Quanto mais depressa me convencer que ninguém vem cá a casa ajudar-me mais depressa dou inicio aos trabalhos (penosos). Uma empregada amenizava os meus pequenos dilemas mas para isso também teria de ser empregada de alguém!! Pode ser que o Novo Ano me traga essa Vida Nova... quiçá?

 

Estas duas últimas semanas de dias diferentes e especiais, de festas, de feriados e o diabo a sete, obrigaram-me a muitas saídas de casa e claro, a pouca vontade de vestir a pele de dona de casa, que, por sua vez, levaram a que tudo ficasse fora do sítio (sim, cada coisa tem um lugar, isto comigo não é assim à balda), que, por sua vez, levaram a que o cesto da roupa para passar a ferro atingisse níveis históricos em termos de volume, que, por sua vez, levaram à rutura de stock na dispensa e no frigorífico! Portanto, até agora tudo se mantém igual ao ano passado mas como ainda vamos a dia 4 pode ser que se cumpra a velha máxima Ano Novo Vida Nova! "Tou pagando p'ra vê"

 

Agora, e se Deus quiser, férias só na Páscoa! Até lá ... é trabalhar para o "Muito Bom"!

Uma Macaca na Cidade (9)

Jantar de Natal no Dia de Ano Novo 

 

Esta parece ser outra tradição a ganhar forma no meu Natal. 

 

Passo a explicar: sabem aquele jantar de Natal especial, com aqueles amigos mesmo mesmo especiais, aquela grupeta onde a cena do “amigo secreto” (e vinho, muito vinho!) não pode faltar? Esse jantar de Natal – que habitualmente é feito em vésperas do Dito-Cujo – há alguns anos a esta parte que tem vindo a realizar-se no dia 1 de janeiro. 

E não é que a coisa até parece correr melhor? 

 

Já não estamos com aquela pressa/stress pré-natalício, as crianças – sim, porque esta grupeta está a reproduzir-se e a multiplicar-se a um ritmo insano! – já perderam metade do gás da excitação dos presentes (na realidade, já nem estão à espera de receber mais prendas…), nós estamos mais relaxados porque até tivemos um dia inteiro feriado para descansar da loucura (NOT!) do Revelhão (sempre quis escrever isto assim à portuguesa) e acabamos por usufruir melhor da companhia uns dos outros. 

 

Claro que há o AF e o DF: o antes dos filhos e o depois dos filhos. Quando nos juntamos somos 11 adultos e 7 crianças (entre os 11 meses e os 8 anos) + 2 a caminho. Foi o que aconteceu no passado dia 1 lá em casa. Mesa alargada para 11 + mesa para 3 crianças que já comem e se desenvencilham sozinhas + cadeiras de papa por todo o lado + carrinhos de bebé estacionados + TV no canal Panda para entreter os que se aborrecem + brinquedos (e comida!!) espalhados por toda a sala. É um que chora porque não quer a sopa, é outro que berra porque a outra lhe tirou o carrinho, é outra que come os postais pendurados na árvore de Natal, ainda outro que espalha dodots pelo sofá, fraldas a serem mudadas qual tapete de produção fabril no sofá. 

 

Como se pode ver, tudo muito mais calmo do que nos jantares de Natal que ocorrem efetivamente no Natal! Pois sim… A bem da verdade, no período AF o nosso grau de sanidade mental também já deixava muito a desejar… No DF, instalou-se a loucura total. 

 

Mas, é uma loucura tão boa, tão saudável… Aquele bocadinho em que cozinhamos, comemos e bebemos todos juntos, em que brindamos ao novo ano e trocamos presentes (e abraços), em que damos um presente em conjunto a cada uma das crianças e as vemos a brincarem umas com as outras… Em que vamos crescendo (e envelhecendo) juntos. É uma dádiva ter amigos assim. 

thumbnail_500_9789722128339_a_gorda.jpg

O presente que recebi do "amigo secreto" - uma das grávidas da grupeta. Olha A Gorda, hein!? Uma boa dica de leitura para 2017.

 

Venham mais jantares de Natal no dia de Ano Novo.

Logo Macaca.jpg

Agendas para 2017

Agora que tudo está a voltar à normalidade e para quem, como eu, não vive sem elas, seguem algumas ideias de agendas para este novo ano que acaba de chegar. Eu já tenho a minha desde Novembro, presente da minha irmã que me conhece muito bem e sabe que, desde criança, um dos presentes que não podia faltar debaixo da árvore de Natal era "a minha agenda, a minha agenda". Definitivamente, ela não quer que eu perca tradições e tratou do assunto em tempo útil! Mas não é uma agenda qualquer. Tem pormenores muito engraçados. Por exemplo, tem uma frase inspiradora/motivadora para cada dia do ano. Dá sempre jeito naqueles dias em que uma pessoa acorda e ... não se recomenda! E esses dias normalmente são as segundas-feiras. Só para terem uma ideia de como a minha agenda 2017 é amorosa, a frase de hoje é "És a primeira segunda-feira do ano, por isso vamo-nos dar bem" 😍

 

E vocês, já têm a vossa? 

Seguem sugestões para todos os bolsos 😁.

Para mais informações basta clicar em cima das imagens

 

 

Sugestão Saudável (37)

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas

 

Ano Novo...  

Alimentação saudável...

Peso novo para alguns 😁

 

15879108_10211985412937577_63458780_n.pngNão poderia começar o novo ano sem desejar a todos os leitores do Blog um excelente 2017. Agora que passou este período marcado pelas festas familiares e excessos alimentares, é uma excelente altura para fazer alguns planos e corrigir a sua alimentação. 

Que no inicio deste novo ano defina bons objetivos, pessoais, profissionais e em termos de saúde. Que emagrecer e sentir-se melhor seja um objetivo se tem excesso de peso. E que a alimentação saudável seja uma constante neste Novo Ano.

 

Vou dedicar este post a todos os indivíduos com excesso de peso, pois este problema atinge quase 60% dos Portugueses e deve ser tratado, uma vez que contribui para doenças cardiovasculares (HTA, AVC), diabetes tipo II, dislipidémias, doenças pulmonares, apneia obstrutiva do sono, doenças osteoarticulares, alguns tipos de cancro (cancro do cólon, recto, gástrico e mama), cirrose, gota, depressão e baixa auto-estima.

 

Desejo que faça o que ainda não fez mas quer fazer, principalmente aquilo que está a adiar por achar impossível ou muito difícil. Que termine aquilo que já começou mas que devido a algumas situações ficou em modo pausa ou até meio esquecido. Que tenha a sabedoria e a coragem para perseguir e atingir objetivos, ainda que tenha de fazer alguns sacrifícios e que consiga superar a vontade de desistir, mesmo que esta por vezes seja grande.

15822042_10211985408257460_1929275824_n.png

 

 

Que este ano seja marcado pela dedicação, motivação e persistência em busca dos seus sonhos e daquilo que é melhor para si.

 

Aproveito também para partilhar convosco que no dia 21 de Dezembro defendi a minha tese de mestrado, com o título:

 

Eficácia de dieta hiperproteica vs dieta normoproteica na perda ponderal e fatores de risco associados.

 

 

Foi um processo longo, com a colaboração e participação de várias pessoas e sem as quais este projeto não teria sido possível. Houve alturas que pensei até ser impossível. Portanto, agradeço a todos que tornaram este estudo real, que proporcionaram as condições ideais e a todos os pacientes que contribuíram para os resultados existentes. Obrigada a todos os meus amigos, às minhas colegas Nutricionistas e Dietistas, à minha querida família e em especial à minha Orientadora. Apenas posso dizer que se não desistirmos e persistirmos, ainda que possa demorar mais tempo do que aquele que gostaríamos, os resultados aparecem.  

 

Cumprimentos com energia positiva para 2017

14397219_10210854308060662_131679004_n.jpg

Liliana Janicas

Pág. 3/3

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D