Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

A Rapariga na Aldeia

Como edito os meus vídeos

A ver se monto um pequeno vídeo aqui para o estaminé ... que já não o faço há alguns meses!! Preciso só mesmo de pensar num tema interessante e de paciência para a edição das imagens. Dêe-me tempo! 

 

Reconheço que não percebo nadinha de edição de vídeo mas a intenção de aprender é que conta, certo? Uma vez arrisquei e lá saiu uma coisa muito semelhante a um vídeo. Depois desse já lhes perdi a conta. Desde vídeos comemorativos, a receitas da nutricionista aqui do blog, a vídeos institucionais pedidos pela professora da minha filha. Confesso que gostei imenso do resultado final dos meus pequenos vídeos. Desconhecia que poderia fascinar-me com o "corte e costura" em que se baseia todo o processo de edição de imagem. É giro a valer. Claro que os meus vídeos não ficaram "profissas", claro que os entendidos no assunto conseguiriam topar mil imperfeições e erros básicos. E eu, por certo, concordaria com todos eles. Mas gostei de os fazer. Diverti-me imenso e aprendi mais qualquer coisa sobre um assunto que me era totalmente desconhecido. E como é que aprendi? A ver tutoriais no youtube! Pois claro. E muitos, por sinal, assim como as aulas de condução, também precisei de muuiiiiiitas para me propor a exame!

1200x630bb.pngAssim, do pé para a mão, não me restava outra opção que não fosse aprender sozinha! Fazer formação estava fora de questão porque quando decidi fazer o primeiro vídeo era oportuno para a comemoração de um determinado dia, portanto, já não tinha tempo de aprender a editar num sítio xpto. Larguei mãos à obra sozinha. Vi imensos tutoriais sobre como editar no Imovie (exemplo) que é o editor que tenho aqui no meu computador. E assim fui começando a editar as imagens que recolhi com a minha máquina fotográfica (também ela "não profissa"). Segui os passo-a-passo, sem pressas nem pressões, apenas vontade de aprender, de me divertir e de fazer coisas diferentes. E consegui e agora apetece-me fazer mais ... 

 

E vocês youtubers desta praça, como editam os vossos vídeos? Em que programas de edição? Fizeram formação? Contem-me a vossa experiência e truques como editores de imagem. 😀

 

  Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

 

Bolo de Maçã no Dia da Alimentação

No dia 16 de Outubro, comemorou-se o Dia Mundial da Alimentação! Este dia serve para relembrar a importância da alimentação e as diferenças existentes no mundo atual. Infelizmente ainda há pessoas que sofrem com fome e desnutrição, mas depois temos o oposto na maioria dos países desenvolvidos onde o excesso de peso ronda os 50% da população! 

Vivemos num mundo com mais de 600 milhões de pessoas com obesidade e 1,3 mil milhões com excesso de peso, mas paradoxalmente coexistem mais de 800 milhões de pessoas que passam fome e dois milhões com deficiência de micronutrientes. Há que parar e refletir sobre o que se passa no mundo e sobre a forma como utilizamos a alimentação que temos ao nosso dispor! Sem dúvida que a alimentação é uma necessidade e uma fonte de prazer para o ser humano, mas devemos ser inteligentes na forma como nos alimentamos, devemos ter critérios rigorosos na escolha da nossa alimentação, nas confeções que utilizamos e nas quantidades/porções dos alimentos que ingerimos!

 

Felizmente em Portugal temos um bom leque de opções alimentares disponíveis diariamente. Só temos de fazer boas escolhas alimentares tendo sempre em atenção a nossa saúde e o nosso bem estar, mas não esquecendo de pensar também no impacto que estas escolhas têm no mundo!

 

Para comemorar este dia partilho convosco a receita de bolo de maçã saudável que podem colocar em prática:

44249923_2222550364687231_3420393482156507136_n.jp

 

Ingredientes:

 

Resumo de Tancos (por MST)

"Vamos lá a ver se bem percebi:

1 - Com maior facilidade que um assalto a uma mercearia de bairro, assalta-se e limpa-se todo um paiol de armas do Exército.

2 - Um ano corrido, o Exército ainda não conseguiu explicar como é que tal sucedeu, nenhumas responsabilidades foram apuradas e os responsáveis diretos pela guarda das armas e do quartel foram promovidos, certamente por feitos militares relevantes.

3 - A PJM, que juntamente com a PJ civil investigava o caso, participa, com a GNR - ambas sob a alçada do Exército - numa encenação destinada a ocultar a devolução das armas pelo ladrão, atuando em nome de um "interesse nacional" e ocultando os factos da polícia civil, acabando desmascarada por esta. 

4 - Um major do Exército, que tomou parte confessa nesta inacreditável trama, entregou um relato escrito da mesma ao chefe de gabinete do ministro da Defesa, também ele oficial superior do Exército.

5 - Este, sem dizer se deu conhecimento ao ministro, conforme obviamente lhe competia, só na iminência de ser desmascarado, confessou ter recebido o dito relato.

6 - Entretanto, fora já transferido de funções, também promovido e condecorado - mantendo-se nas novas funções, como se nada fosse com ele.

7 - Sua Excelência, o chefe de Estado-Maior do Exército, responsável hierárquico por toda esta gente, não diz moita-carrasco, expecto ir ao Parlamento e declarar, enfadado, que não sabe o que está ali a fazer.

8 - Sua Excelência, o ministro, nem sequer acha curial esclarecer a nação se foi ou não traído pelo seu ex-chefe de gabinete e, em caso afirmativo, se acha aceitável que nada lhe suceda.

9 - E o senhor primeiro ministro acha lamentável toda esta controvérsia pois que com ela se está a "partidarizar as Forças Armadas.

  

Olhe, senhor primeiro ministro: o meu único partido é o dos que não entendem que não haja ninguém com um átomo de vergonha no meio de toda esta história." 

 

Miguel Sousa Tavares, cronista do jornal Expresso. 

img_817x460$2018_09_25_12_14_10_339649.jpg

(Foto: Jornal de Negócios)

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Praxes - a estupidificação da universidade

Ao início de cada ano letivo vem à baila o asqueroso (para mim) assunto praxes académicas. Há quem as defenda, considerando-as o melhor veiculo de integração dos novos alunos nas universidades e há quem, como eu, as deteste e as considere tremendamente patéticas e pouco dignas do ensino superior. Confesso que já nem me lembro a forma como decorreram as praxes no meu ano de caloira. Sinal de que não escrevo hoje como uma criatura altamente traumatizada com os ditos rituais. De lá para cá a minha opinião sobre as praxes não mudou. Continuo a considerar aquelas tradições meras imbecilidades, levadas a cabo por criaturas com uma mente parola! Faltava-me paciência para as fantochadas dos quase licenciados e, por isso, achavam eles, bastante superiores a quem ali estava pela primeira vez! 
 
A tragédia ocorrida na praia do Meco, que levou à morte de seis jovens universitários, levantou uma onda de indignação em torno das praxes académicas violentas. Lembro-me de na altura ouvir a Dr. Maria José Morgado referir-se às praxes como a "estupidificação da universidade". Não podia estar mais de acordo com as palavras desta senhora. Acreditem que de todos os exemplos de praxes que já me passaram pela frente, até hoje, não consigo retirar qualquer tipo de conceito inclusivo aos novos alunos, nem de graça, nem de nada! É mesmo só estúpido! 
 
Se eu hoje fosse para a universidade e nos primeiros dias me aparecessem meia dúzia de palermas com ideias ainda mais palermas que eles a exigir que eu participasse em praxes, não tenho a menor dúvida que me recusava a alinhar em tais andanças (com penicos na cabeça ou suja de lama até à roupa interior). Porque efetivamente não me identifico com nada do que é feito naqueles ajuntamentos e porque o resultado daquilo é, por norma, igual a zero! Portanto, pondo-se o caso de não haver aulas, não seria opção ficar envolta em imbecilidades da vida académica!
 
E vocês caloiros destas universidades, porque não recusam as praxes? Expliquem-me. Porque têm medo? De represálias? A sério? Isso existe? 

cartaz-praxe_dges2016.png (DGES

 
Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Três passos para emagrecer

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas 

 

O emagrecimento é um processo complexo que envolve o individuo com excesso de peso, as suas escolhas e decisões, mas que também é influenciado pelo ambiente, trabalho, família, amigos e eventos sociais! Conseguir emagrecer é uma vitória para todos as pessoas que têm excesso de peso. Como atualmente sabemos, o excesso de peso contribui para inúmeras doenças e um peso “ideal” aliado a uma alimentação saudável contribui para um bom estado de saúde, auto-estima, energia e bem estar, prevenindo desta forma muitas patologias associadas a este problema! Se tem excesso de peso/obesidade procure um profissional adequado (Nutricionista/Dietista) e siga o seu plano alimentar o melhor que conseguir, pois desta forma tem a certeza que vai conseguir emagrecer corretamente e sentir-se bem melhor!

lose-weight-1968908_960_720.jpg

(Créditos: Pixabay)

 

Para ter melhores resultados aqui ficam 3 passos que pode seguir e ver resultados mais consistentes:

 

1º Passo para emagrecer -  Defina a sua situação atual.

Responda a estas perguntas de forma sincera e honesta:

Qual o seu peso atual?

 

 

Caso Ronaldo-Mayorga

Sendo Cristiano Ronaldo quem é, a história da alegada violação à jovem Kathryn Mayorga passou a fazer parte da atualidade mundial. Não há quem, por breves segundos, não pense o que terá mesmo acontecido naquela noite e como é que a justiça irá atuar perante este alegado crime sexual! Lancei a questão nas minhas redes. A ideia não é julgar. Longe disso. Mas sim perceber a forma como vemos o caso e como o queremos discutir (e isto diz tanto sobre nós!). 

 

Resultados: a maior parte dos inquiridos defendem o jogador português e atacam a norte-americana, dizendo que ela é uma oportunista e que quer é dinheiro. Uma percentagem ligeiramente inferior de inquiridos consideram que se há nove anos houve um pagamento à norte-americana é porque possivelmente alguma coisa de indesejável aconteceu naquela noite. Uma franja mais pequena dos inquiridos considera que CR7 é culpado, pois claro, não soube parar perante um "não" e acreditam que se irá fazer justiça com toda a lucidez e sem pressões. 

000_19L81Q-1024x682.jpg (Créditos: Gazeta Esportiva)

 

Eu gostava que Cristiano Ronaldo fosse inocente, que estivesse a ser vítima de uma cabala e que nada semelhante a uma violação tivesse acontecido naquele quarto de hotel. Que entre ele e Kathryn Mayorga tivesse havido sexo consentido. Que se tivessem divertido a valer! Porque se assim fosse, era menos uma mulher violada e porque Cristiano Ronaldo é efetivamente um símbolo do futebol mundial, inspiração para muitos jovens, e estes crimes sexuais, a serem provados, atiram o jogador português para um buraco bem fundo. 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

Save the Name - Madalena Simões

Encontrámo-nos na Escola de Iniciação Moto Racing Sintra, onde a Madalena andou de mota pela primeira vez (scooter não conta, diz ela 😀) e atualmente treina duas a três vezes por semana, mediante as provas. Quando lá cheguei já a jovem piloto rodava na pista sob o olhar atento do pai, um dos maiores impulsionadores desta aventura e companheiros de corridas! A Madalena tem 17 anos, é estudante universitária e tem uma paixão inqualificável pelo motociclismo. Disse-me que não consegue explicar muito bem o que sente quando se põe em cima da mota. Ama. É viciada mesmo. 

42252253_239461666720576_2570376113763123200_n.jpg

42251638_326027274826970_5527182942092132352_n.jpg

 

 

Lamento Querida… Mas Não Tenho Notícias Boas Para Lhe dar

Completa(MENTE) escrito por Sónia Vaz 

 

Foi assim que começou o discurso da médica de bata impecável que tentava encontrar vida dentro de mim. Quando percebeu que a luz que pisca na ecografia, a que é o bater do coração, não piscaria. E que aquele coraçãozinho, não mais bateria. Foi assim naquele dia, mas já havia vivido outro igual naquele terrível janeiro.

 

Hoje escrevo para vocês. Para todas as mães que conhecem a angústia de tal momento, o choque de tal sensação. Para as que voltaram a ser mães depois e também para as que ainda não conseguiram. Escrevo de dentro das minhas entranhas, na esperança de que esta dor seja uma dor compreendida e não, como senti que foi comigo, sacudida por um mero “tentas mais tarde” ou “qualquer dia tens outro”, ou ainda “já tens dois, querias mesmo mais um?”. Queria. Claro que queria. E também queria que me tivessem deixado chorar sem terem pressa de que voltasse a ser feliz de novo.

thumbnail_pastedImage.pngCréditos: Pixabay 

 

Engravidei pela terceira vez sem planear. Sofri um aborto tardio às 14 semanas. Voltei a engravidar passados uns meses. Voltei a perder. Quase me perdi de mim. Quase me perdi do sentido da minha existência, do amor dos meus filhos, da minha família. Sofri muito. Imenso. Sózinha. Porque ninguém nos deixa chorar.

 

Mini quiches saudáveis

Post escrito pela nutricionista Liliana Janicas 

 

Estas tartes são muito versáteis. Dá para comer como snack durante o dia ou levar para o almoço ou jantar! Pode sempre adicionar-lhes outros alimentos, como por exemplo, cogumelos, brócolos, alho francês, atum ou frango. Segue a minha sugestão. 

42607388_483829922020694_4138398953328607232_n.jpg

Ingredientes:

- 1 courgette

- 1 a 2 cenouras médias

 - 4 ovos

- 200ml de iogurte grego magro/ “natas” de coco culinária 

- Sal, pimenta, oregãos

- 50g de queijo mozzarela ralado

 

Modo de preparação:

 

 

Missão: Mesa de Cabeceira - quarto do filho

Ando nas rondas online antes de me lançar às lojas físicas pois preciso de comprar uma mesa de cabeceira para o quarto do filho mais novo. Apetecia-me algo diferente que fugisse à típica peça de apoio à cama mas não me parece que o consiga convencer. Afinal de contas o quarto é dele e convém mesmo que se identifique com a divisão! Como uma mesa de cabeceira não é uma peça grande, gostava mesmo que tivesse um apontamento único mas que não me chateasse ao fim de quinze dias. Vi imensas mesas, não identificadas como de cabeceira. Gostei de muitas! Só não sei se seriam bem aceites pelo pequeno moço que, parecendo que não, tem 9 anos e já se acha todo opinião! 

 

Hoje mostro-lhe estas para ele ir pensando no assunto. Com alguma sorte acredito que ainda seja possível um bom entendimento entre nós no que toca a decoração do seu quarto 😍. Vamos devagarinho 😁! 

 

E vocês, qual preferem? 

(andei por estes sites: Conforama, La Redoute Interieurs, Ikea, Zara Home muito fraca em termos de mesas de cabeceira) 

Collage_Fotor2_Fotor3.jpg

Collage_Fotor4_Fotor5.jpg

 

(Acho que há um pequeno problema na caixa de comentários aqui do blogue mas julgo que a equipa SAPO está a resolver. Por isso, comentem lá na página de facebook d' A Rapariga na Aldeia.)

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@arapariganaaldeia) 

A Blogger:

Cátia Santos catiafsantos@hotmail.com

Segue-me:

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D