Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Pesadelo no Futebol

O que se está a viver hoje em dia em torno do futebol português é um autêntico pesadelo. Muito longe de se poderem considerar adeptos, os grupos terroristas que vemos nas notícias (pertencentes a claques organizadas ou não) espalham nas imediações dos estádios de futebol um cenário totalmente distorcido do que é um espetáculo desportivo. Um dos exemplos mais recentes aconteceu no passado sábado no grande derby da capital, Sporting-Benfica. 

 

Simpatizo com o Benfica desde sempre, nada fanática, e vivo com três sportinguistas! Até hoje nunca senti necessidade de apedrejar nenhum deles só porque são de um clube rival! Portanto, acho mesmo que a convivência entre clubes PODE e DEVE ser pacífica! 

 

Pois nada disso se tem visto no nosso querido futebol. Assistimos precisamente ao contrário de uma harmoniosa coexistência entre clubes rivais. Atropelamentos, agressões físicas, intervenção policial que culmina em detenções, arremesso de objetos e maus tratos às equipas de reportagens televisivas estão a tornar-se habituais em dias de clássicos! Alguém tem mesmo de intervir para que uma família, dita normal, consiga ir a um estádio de futebol sem temer agressões por parte de grupos vândalos, que não sabem agir de forma pacifica e ordeira perante o eterno rival! Creio que este tipo de pessoas (adeptos/claques) saem de casa, dirigem-se a um estádio de futebol para tudo, mesmo para tudo, menos para torcer pelo seu clube do coração ou para usufruir de um bom espetáculo de futebol. Estas "pessoas" deveriam ser severamente punidas senão mesmo proibidas de voltar a entrar num recinto desportivo! 

 

Mas, infelizmente, não é só nas imediações dos estádios de futebol que as rixas se fazem sentir. Todos sabemos que, do outro lado da barricada, ou seja, do lado dos dirigentes desportivos, não nos chegam grandes exemplos de fairplay! Seja através das conferências de impressa ou das redes sociais, a troca de acusações e de ofensas entre presidentes, treinadores e diretores de comunicação são por demais evidentes, totalmente desnecessárias e um péssimo exemplo do tal fairplay. Quem é que ainda consegue acompanhar a troca de galhardetes entre Bruno de Carvalho e Luís Filipe Vieira? Ou entre Jorge Jesus e Rui Vitória? 

Lamentável! 

 

Por fim, e a somar a todas estas relações já bastante desgastadas, temos a imprensa desportiva. Também ela a deixar-se contaminar por combates deprimentes em que, por vezes, até mesmo para o jornalista é difícil desempenhar o papel de moderador! Um Pedro Guerra, um José de Pina, um Rodolfo Reis e taaaannnnntos outros comentadores desportivos que esgrimam opiniões/visões de uma forma muito acesa nos canais nacionais são o exemplo de que, as televisões, estão a permitir o debate além da conta. Leia-se por "além da conta" agressões verbais gravíssimas!

Lamentável!

 

Quem gosta de debates/análises de futebol, é certo que tem muito por onde escolher, desde o formato mais "descontraído", como o Mais Futebol, ao mais "pacificador" Tempo Extra, mas quantidade não significa qualidade! 

 

Por tudo isto, e mais alguma coisa, o que se está a viver neste momento não é futebol, não são claques, não é benfica nem sporting! É sim o total desrespeito por tudo e por todos! Lamentável! 

 

E assim se consegue distorcer a imagem do futebol espetáculo! 

Lamentável, só para terminar!

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog tem comentários moderados.

A Blogger

Sigam-me

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D